Conversor de TV Digital HDTV




Compare preçosHDTV, TV, televisor, Conversor, HDTV, TV Digital, TVA.

A mundo espera pelos set top boxes brasileiros. Ok, pode não ser o mundo. Só os brasileiros mesmo estão esperando. hum… Não. Na verdade não são os brasileiros. Apenas alguns poucos. Aqueles fanáticos por novidades. Sabe de quem estou falando? Pois então. Eles mesmo.

Quem está a procura destes conversores são aqueles que tem bastante dinheiro para gastar numa TV de LCD widescreen que pode custar os olhos do marajá, mas que não necessariamente sabe como melhor gastar seu dinheiro.

Estes serão aqueles que vão comprar os conversores para TV Digital e fazer mal negócio. Vão existir pelo menos dois modelos de conversores de TV Digital. O primeiro serão voltado para aqueles que não tem uma televisor compatível com HDTV. Este modelo deve ser bastante barato, pelo menos é o que diz Hélio Costa, já os fabricantes não concordam muito com o nosso Ministro.

Vejam a declaração que ele deu e reproduzida pelo TelaViva News:

“Costa diz que preço do set-top é “caso de polícia e CPI”

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, voltou a ser duro com as empresas que fabricam equipamentos de TV digital. Mas dessa vez, falando a deputados da comissão de defesa do consumidor da Câmara dos Deputados, disse que o preço que está sendo colocado pela indústria de eletro-eletrônicos para as primeiras caixas, em torno de R$ 700, é “caso de polícia e CPI”. “Um iPhone, que é o que existe de mais avançado hoje nos EUA, custa US$ 240, e vão me dizer que uma simples caixinha que só recebe o sinal custa R$ 700?”, ironizou Costa. Na verdade, o preço do iPhone é US$ 399, conforme mostra pesquisa no site da Apple nos EUA. O aparelho da Apple com custo aproximado de US$ 240 é o iPod Touch.
Ele lembrou também que em outros países, a caixa de decodificação dos sinais da TV digital está sendo vendida a U$ 100 ou menos, e que “um aparelho de DVD no Brasil custa R$ 100, e tem muito mais tecnologia do que o set-top”, disse o ministro. Para ele, “isso dá uma bela CPI”. Ele admitiu que algumas caixas mais sofisticadas poderiam chegar ao mercado a R$ 500.

“TV a cabo do pobre”

Costa também fez um paralelo entre a TV por assinatura e a TV digital, lembrando que a TV paga (ele usou o termo TV a cabo) “é um grande avanço na TV, porque tem melhor imagem, tem mais opções de canais e canais de interesse público”, mas que por isso o assinante é obrigado a pagar R$ 140 por mês. “A TV digital é a TV a cabo do pobre, porque rico já tem (a TV por assinatura digital). A TV digital, vem para atender a essa demanda, é um instrumento de comunicação popular”, disse Costa. Ele voltou a pedir que algum “empresário de visão” invista na produção de set-tops baratos para TV digital. “Há uma campanha insidiosa para impedir que a TV digital seja um sucesso no Brasil”.

As caixinhas que já deveriam ter chegado ao mercado, mas ainda não apareceu nada. Aposto que quando chegarem, vão desaparecer das prateleiras. A Positivo terá dois modelos disponíveis esta semana.

Veja o artigo da Telaviva News a respeito do atraso:

Fabricantes atrasam lançamentos dos set-top boxes

A 15 dias úteis do lançamento oficial da TV digital terrestre no Brasil, não se viu ainda um único set-top box pronto para a venda no varejo de São Paulo, primeiro mercado a receber a nova tecnologia.
Em apresentação à imprensa no início de outubro, os principais fabricantes garantiam que os produtos chegaria às lojas em novembro.
Segundo o gerente de grupo de produtos da Semp Toshiba, Deniz Lozano Junior, a fabricante terá o produto disponível até o lançamento oficial, no dia 2 de dezembro. O atraso no cronograma inicial se deve ao desenvolvimento dos produtos. “A maioria das emissoras ainda está transmitindo sinais de teste, sem a potência máxima, então não temos como fazer testes de campo precisos para saber, por exemplo, quais serão as melhores áreas de cobertura. Isto é importante na hora de definir em que regiões os produtos serão vendidos inicialmente”, conta Lozano.
Mesmo assim, ele garante que os receptores já estão plenamente desenvolvidos e que o produto chega às lojas no início de dezembro.
Segundo o diretor de um dos mais importantes fornecedores de suprimentos para os set-tops e televisores, como placas e microprocessadores, os fabricantes já receberam os primeiros lotes de componentes necessários para a fabricação dos set-tops. Ou seja, na parte industrial, a produção está acontecendo plenamente.
Na opinião do executivo, o que vem atrasando a entrega é a falta de algumas definições na norma, como o closed caption e o HDCP, o protocolo de proteção que impede as cópias digitais a partir das portas HDMI.

A Sony já tinha anunciado seus modelos e preços para este mês, mas ainda não vi nada nas lojas.

E isto é apenas para a TV aberta. Para a TV fechada rola o mesmo mistério. O único anúncio de TV de Alta Definição na TV por Assinatura que eu vi até agora foi o da TVA. Veja o trecho da reportagem feita pelo telaviva news:

A TVA oferecerá a seus assinantes a partir de janeiro um set-top box HDTV. A caixa será diferente daquela distribuída pela operadora durante a Copa do Mundo do ano passado.
O set-top HD da TVA funcionará com compressão MPEG-4 (o anterior era MPEG-2) e terá saídas HDMI e vídeo componente, além de saída de áudio digital. O hardware está sendo integrado por fabricantes de Taiwan, com software Nagra.
Os assinantes que compraram a caixa da Copa poderão trocá-la pelo novo set-top sem custo. Para quem quiser adquirir o novo set-top, o preço será “muito mais baixo” que os dos set-top boxes da TV digital aberta, garante o diretor de estratégia e tecnologia da operadora, Virgílio Amaral.
Amaral garante que a operadora não terá problema de banda para transmitir os sinais HDTV das redes abertas. “Só teremos que adequar a rede dentro de alguns condomínios”, afirma.
Ele também não acredita que os broadcasters cobrarão pelo direito de transmissão do sinal HD. “É do interesse deles que o sinal chegue aos assinantes”.
Quanto aos canais pagos em HDTV, há um problema ainda de escala. “Os custos de satélite são muito mais altos, então não vale a pena trazer estes canais enquanto não houver uma base mínima de assinantes capazes de receber os sinais em HD”.
Além do sinal HDTV MPEG-4, o set-top também lerá arquivos de computador, como fotos, músicas e filmes.

Pra quem estiver em sampa, tiver o sintonizador da TV Digital e de alta definição vai ver o pool de transmissão que as emissoras da capital paulista irão fazer a partir das 20 h do dia 2 de dezembro. Veja mais aqui.

Sobre o Autor 

Sou empreendedor, apaixonado por tecnologia, formado em Engenharia de Computação, Analista de Sistemas de cargo e Analista de Tecnologia de prática. Não satisfeito com isto tudo, sou programador em PHP/WordPress nos finais de semana, fotógrafo amador e um curioso em geral. Blogueiro nas horas vagas (dia de 36 horas) quanto o assunto é tecnologia e carros.

    Em outros lugars :
  • facebook
  • flickr
  • googleplus
  • twitter
  • youtube



Artigo Anterior

Leia Também


Deixe um comentário

13 Comentários

  1. Amigo,

    Sinto que esta história de TV Digital no Brasil tem cheiro de fracasso no curto prazo.

    Vamos ao principal benefício objetivo e prático: melhor qualidade de imagem. E você acha que a grande maioria dos brasileiros se importam tanto com a qualidade da imagem que assistem? Vamos dizer que esta maioria possua suas antenas VHF instaladas, e as retransmissoras no país inteiro cumprem suas funções satisfatoriamente. A maioria tem novela e Jornal Nacional sem muitos chuviscos, aparecendo em suas telas de 21 a 29 polegadas.

    Você acredita mesmo que uma família brasileira, de padrão médio, gastaria R$ 700 paus num aparelho pra ver as imagens sem chuvisco?

    Você acredita que a maioria da população está tão preocupada com o aumento das 420 linhas para 1080 linhas de definição horizontal?

    Cara, num país onde a pirataria de DVDs corre solta, ninguém se importa com resolução de imagem. Isto porque os DVDs single layer só conseguem gravar filmes inteiros se houver compressão de, no mínimo, 50%.

    O meu parecer é claro: a TV digital não estréia para ninguém nesse dia 2 de dezembro de 2007. O comércio tenta desovar TVs de plasma com baixa resolução; a indústria não esboça nenhum lançamento com set top box embutido; os fabricantes das caixinhas chegam com um preço extorsivo; e a população não vai se movimentar para gastar um absurdo de dinheiro por tão pouca melhoria em suas vidas.

    Revolução mesmo só acontecerá quando as teles começarem a vender aparelhos celulares com tv digital. Aí sim será uma nova febre.

    Abraço, e parabéns pelo blog (que acompanho desde os primórdios!)

    Responder
  2. Oi Daniel,

    A maior barreira da TV digital e de Alta Definição enfrenta o problema do preço, não só por ser novidade, mas por que o Brasil quer ser pioneiro e ter a melhor TV do mundo.

    No começo o preço é alto, isto como em qualquer tecnologia. Somente com o tempo será possível desfrutar o HDTV por preços mais populares. Assim como foi com o DVD. Os primeiros tocadores custavam mais de mil reais. Hoje por menos de 200 reais dá para comprar um. Por isso o Governo estipulou um prazo de longos anos para a transição do analógico para digital.

    A única coisa errada no seu comentário é sobre a indústria não estar se mexendo para colocar STB embutidos, ou melhor sintonizar/decodificador. Philips e Samsung já tem, cada um, dois modelos com sintonizador internos.

    A culpa dos STBs com preços muito salgados neste momento é do governo que não conseguiu efetivar as isenções de impostos que eram esperados.

    Assim que o governo conseguir resolver este problema burocrático as caixas terão preços menores, porém, não acredito que tão baixas quanto gostaríamos.

    Uma coisa é certa. Só vale comprar o STB que tenha saída HDMI. Mas para quem tem como gastar mil pratas num STB, vale mais a pena esperar as operadoras de TV por assinatura lançarem seus produtos HDTV.

    Sobre o celular com TV. Tô com você. Porém aposto apenas que no final do ano que vem a coisa vai ser “interessante”.

    Responder
  3. Bernabauer,

    creio que o maior problema na tv digital atualmente, além dos altos preços é claro, é a falta da interatividade (ginga) nos equipamentos. Sem ele a tv digital é apenas um DVD turbinado e super melhorado. Com a interatividade realmente teríamos um diferencial, mas como os equipamentos atuais ainda não possuem esse recurso, quem comprou seu STB corre alto risco de ter de comprar outro em pouco tempo …

    []s
    Leo
    Campanha TV Digital sem GINGA Não !!
    http://www.tvdigital.blog.br

    Responder
  4. Oi Leo,

    pelo que andei vendo, os STB a venda hoje, não estão com o ginga, mas tem como recebê-lo através da porta USB.

    Responder
  5. Leo

     /  23/12/2007
    Olá Bernabauer,

    sim .. dizem que terá como atualizar pela usb e tal … mas imagina o percentual das pessoas que não saberão como fazer isso ou simplesmente nem saberão sobre essa possibilidade de atualização … um tremendo prejuízo para nós desenvolvedores e para todas os envolvidos no processo da TV Digital … exceto os próprio fabricantes que acabarão ganhando em dobro por pura falta de informação.

    []s
    Leo

    Responder
  6. RNP

     /  24/12/2007
    qual modelo da samsung ja possui o decodificador interno?

    isso e universal, digo, se comprar o mesmo modelo nos USA ele possuira as mesmas qualidades?

    abraco

    Responder
  7. olá RNP, nome estranho hein? te chamarei de pedro.

    Não existe sintonizar universal, até onde eu sei. As TVs com sintonizador interno dos EUA não servem para TV digital brasileira, nem européia, nem japonesa.

    Responder
  8. Gassan

     /  03/01/2008
    Eu tenho apenas uma curiosidade : Se desde o final de 2007 comecaram a lancar Tvs lcd com sintonizador HDTV interno, gostaria de saber se o sintonizador de tv a cabo destes mesmos televisores é tambem digital ou apenas analógico ? Se for apenas analógico é pura estupidez, pois detestaria ter que colocar mais um conversor que é um trambolho !!! Quero conectar a tv a cabo digital diretamente no televisor, pois do contrário , não vejo vantagem alguma em comprar esses novos lcds !! É pura estupidez !
    Responder
  9. Reginaldo

     /  15/08/2008
    Eu quero saber sé alguem sabe sé as tvs fabricadas em 2006 já vem com o conversor instalado interno junto com os outros componentes eletrônicos já existentes nas tvs que são fabricadas em 2008 de plásma e tela lcd para que não sejá preciso comprar o conversor.
    Responder
  10. Só alguns modelos de TV lançados neste ano tem conversor integrado. Qualquer TV comprada anterior a 2008 não tem conversor.
    Responder
  11. torma

     /  14/02/2009
    ola amigos,gostaria de saber se a no mercado comversor interno que tenha a venda para a lcd samsung 32.
    agradeço a quem possa me responder um abraço torma
    Responder
  12. Francisco Rogério

     /  12/03/2009
    Olá, primeiro tenho que me desculpar, pois pode parecer uma pergunta um tanto quanto ultrapassada… mas tenho algumas curiosidades sobre esse tema: possuo em minha residência 01 (uma) antena parabólica e dois televisores que utilizam (cada uma com seu receptor separado) o sinal do satélite… a dúvida é: quando o sinal digital chegar aqui no Estado, terei que comprar dois receptores de HDTV ?
    Um para cada televisor? Pergunto isso pois já há televisores com esse sistema interno, isso quer dizer que se eu comprar umas destas TV´s ainda assim terei que comprar outro receptor para colocar na outra TV ?
    Responder
    • você precisa de um receptor em cada TV. Se vier um decodificador interno na TV, então você não precisa de outro decodificador para o sinal da TV Digital do ar (transmitido em UHF). Além, se você comprar uma TV com decodificador interno, você não vai poder compartilhar este decodificador com outros televisores.
      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>