Pra que serve uma caixa de areia no computador?




Compare preçosantivirus, norton, McFee, computador, caixa de areia.

Este artigo nada tem a ver com gatos usando computadores. O termo caixa de areia vem do inglês, sandbox, que remete ao tempo da infância, onde se brincava em caixas de areia para fazer castelos e outras brincadeiras, já que nos países desenvolvidos, o chão de escolas é todo de cimento ao invés de terra como por aqui.

NewImage

A idéia de ter uma “caixa de areia” virtual no computador serve para propósito similar. Apesar de não ser para brincar, serve para fazer “sem ser pra valer”. Explico melhor. Quando você coloca um programa na “caixa de areia”, o programa passa a ser executado sob supervisão e seus domínios de atuação passam a estar limitados pela caixa. Igual a criança brincando na caixa de areia. Tudo que é feito ali, permanece ali. O programa na caixa está totalmente isolado do resto do computador, sem poder apagar seus arquivos precioso ou lê-los.

O conceito da caixa surgiu graças a virtualização e depois de muito desenvolvimento passou a estar disponível em programa mais simples que atuam apenas na “virtualização” de uma aplicação ao invés de um sistema operacional inteiro como estas soluções normalmente são utilizadas.

Você deve usar o recurso da caixa de areia em situações onde você está experimentando um programa do qual você desconfia ou por exemplo, se você precisa acessar uns sites meio estranhos. Neste último caso, o programa que vai para a areia é navegador.

E como você usa a caixa de areia? Onde está este recurso tão útil que você jamais imaginou em usar? Ele não é parte do sistema operacional, apesar de eu achar que no futuro ele fará, mas você pode encontrá-lo em programas proteção contra vírus. Leia o artigo da PCWorld para saber mais a respeito.

Sobre o Autor 

Sou empreendedor, apaixonado por tecnologia, formado em Engenharia de Computação, Analista de Sistemas de cargo e Analista de Tecnologia de prática. Não satisfeito com isto tudo, sou programador em PHP/WordPress nos finais de semana, fotógrafo amador e um curioso em geral. Blogueiro nas horas vagas (dia de 36 horas) quanto o assunto é tecnologia e carros.

    Em outros lugars :
  • facebook
  • flickr
  • googleplus
  • twitter
  • youtube



Leia Também


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>