7 dias com o iPhone 3G da VIVO




Duas semanas atrás eu passei uma semana utilizando um iPhone. Tive momentos de felicidade e de tristeza. Por incrível que pareça, mesmo com 7 dias com o aparelho, teve um dia que eu não o utilizei. Exatamente o último. Por que? Desintoxicação. Eu não podia sentir a falta do aparelho, por isto no último dia, um domingo, não usei o iPhone.

Os dois primeiros dias foram péssimos. Eu não conseguia me entender com o teclado virtual. Eu tentava digitar as palavras, mas tinha dificuldade de acertar as letras que eu queria digitar e pior, insistia em tentar digitar com os dedões. Sim, eu tentava digitar com os dois dedos no teclado, depois de dois dias, finalmente consegui me adaptar. Minha receita para o sucesso foi segurar o iPhone com a mão esquerda e digitar com o dedo indicador da mão direita. Consegui a proeza sentado no sofá de casa, à noite, sozinho em casa, literalmente abandonado e com a vontade de conversar com alguém. Entrei no Fring que permite conectar ao MSN, Gtalk entre outros e fiquei de papo com o Thiago. Para responder rápido consegui digitar no iPhone do jeito que falei. Para escrever sem acentos dá para fazer tudo bastante rápido e com poucos erros, afinal o iPhone tem um sistema que corrigi os erros de digitação. Veja bem, ele não é como o T9 que ajuda a determinar a palavra digitada, mas sim corrige os erros de digitação.

Plugar o iPhone no Mac, sincronizar músicas, podcasts e aplicações é uma facilidade só. Fiz o teste com Macs diferentes. A sincronização foi perfeita e o que eu mais gostei de fazer: Atualizar o firmware. O iPhone que a VIVO vendeu estava com o 2.0.2. Precisava fazer o upgrade para o 2.1. Apesar da demora para o download (mesmo com um link de 2Mbps só pra mim) o upgrade foi tranquilo. Logo após o boot do iPhone, o iTunes já pediu uma atualização da operadora e o dito já estava pronto para uso.

Acessar a internet é ótimo, desde que você esteja numa região coberta pelo sinal 3G ou o melhor, via WIFI. O grande problema é que o tempo de bateria que é simplesmente inacreditável. Eu nunca tinha usado um aparelho cuja bateria durasse menos de um dia. Sim, eu deixava o aparelho carregando durante a noite e no final do dia já recebia o aviso de bateria baixa. O uso que fiz foi apenas tráfego de dados. Não fiz nenhuma ligação e não recebi nenhum. Usei a função de iPod para tocar música usando o alto falante interno e naveguei bastante na internet, usando o Wifi e o 3G.

Usei muito o email, que configurei para usar minha conta do Google Apps e também minha conta de email do trabalho, que é turbinada pelo Exchange da Microsoft. Para fazer isto a rede EDGE nem gera tanta dor de cabeça, mas o 3G ajuda.

Ter um dispositivo à mão para fazer pesquisas na internet é simplesmente fantástico. Eu moro bastante longe do trabalho e em alguns dias dei carona para um amigo. Durante o papo naturalmente apareciam referencias a vídeos do YouTube. Com o iPhone dava para mostrar e pesquisar as dúvidas na hora (desde que numa área com cobertura 3G).

O iPhone resolve um problema que todo celular tinha. O navegador permite visitar páginas que eram acessíveis apenas de um computador. Porém uma constatação. É bem melhor visitar uma página otimizada para o iPhone do que visitar uma página criada para ser acessada pelo computador.

A maior decepção foi a loja iTunes. A nossa loja é um lixo. Não existe um único jogo para comprar e as aplicações grátis da Google não estão disponíveis. Aliás, boa parte das aplicações bacanas, que lá fora são grátis, não estão na nossa loja. Por que? Se são grátis por que privar os brasileiros de consumí-los? Até a loja argentina é melhor do que a nossa.

No fim das contas, quero um iPhone, mesmo com os problemas. Agora que está disponível, basta juntar rios de dinheiro para comprar qualquer modelo que estiver disponível. Minha idéia é pegar um assim que a portabilidade numérica chegar ao Rio. Compro oficialmente e pego um pacote de dados decente. Eu aposto que antes do fim do ano, ou no começo do ano que vem a Apple anuncia algum upgrade para o iPhone.




Artigo Anterior

Leia Também


Deixe um comentário

2 Comentários

  1. Entaum

     /  06/11/2008

    Só uns adendos: A bateria do Iphone apesar de curta, é uma das mais duráveis dos telefones 3g (houve pesquisas comprovando isso). Dados 3G consomem muita bateria mesmo em qualquer celular, desligue o 3G e veja como vai melhorar consideravelmente. Além disso deixar o wifi ligado mesmo sem conectar é outro fator que piora bastante a durabilidade, já que o Iphone fica procurando todas as redes que encontra no meio do caminho…

    Responder
  2. Eu fiz o teste com o Wifi desligado também. Não ajudou muito… Conheço uma pessoa que tem um N95 black 3G, na comparação que fiz, a bateria do Nokia dá de 10 na do iPhone… Mas ótimo comentário sobre o consumo de 3G e baterias.

    Responder

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: