Airport Express expandiu o alcance da minha rede




A rede sem fio aqui de casa sempre foi bem servida através do meu valente roteador wireless da linksys, mas de quando em vez ele ficava meio bobo e lento. Eu constatava isto fazendo o bom e velho teste do ping. O tempo de resposta para cada ping variava loucamente entre milhares de milisegundos e dezenas de milisegundos. Tudo voltava ao normal após um bom e velho boot. Mesmo com o último firmware aplicado e segurança ninja aplicada o pobre coitado se perdia provavelmente com tentativas de ataque da rede de banda larga.

Bom, não me preocupei muito com ele. Tratei de satisfazer meu desejo de ter um Time Capsule que fazia tudo que eu sempre quis. Rede wireless e ainda um disco de rede para backup e armazenamento de arquivos comuns sem preocupação de replicação desnecessária e manual. A troca era simples e fácil, não é mesmo? Então vamos ao pequeno parentesis para contextualizar melhor o título.

O meu computador é usado prefencialmente no meu quarto, onde está o TC. O computador da minha mãe é mais usado na sala ou no quarto de visita, tudo bem próximo ao meu quarto. O escritório do meu pai, local onde ele naturalmente usa mais o seu computador fica atrás de 4 paredes e incrivelmente o sinal do TC não chega até lá. O sinal do linksys chega lá, mas chega fraquinho, mas forte o suficiente para navegar sem problema. Resultado? Fiquei com os dois… até a semana passada.

Eu tinha duas alternativas para resolver o problema de sinal fraco de WIFI para o escritório do meu pai. Baixava um firmware alternativo no meu linksys para suportar WDS ou comprava um Airport Express (ou outro qualquer roteador wireless que suportasse WDS). Bem, mão de vaca que sou, tentei primeiro o download do firmware alternativo. Não passei da vontade, pois descobri que o meu linksys (nacional) não tem memória suficiente para comportar o firmware alternativo.

Procurei então outros roteadores wireless antes de comprar o Airport da Apple, mas nenhum deles me cativava tanto quanto o Airport Express. Acho que fui decidamente contaminado pelo vírus do pomar e agora além de só querer Sony, também só quero Apple. Depois de tentar comprar um Airport Express (AE) no ano passado na Saraiva por 350 reais (+frente) e ficar à ver navios, por que não tinha mais nenhum em estoque, esperei de maneira paciente e controlada até a semana passada.

Numa rápida passada na MacStore do downtown comprei o AirPort Express que para minha decepção veio na caixa mais feia que eu já vi da Apple. Era a mesma caixa grande e marrom na qual veio o carregador que eu tive que comprar para o notebook da minha mãe que tinha dado defeito. Dentro veio o Airport dentro de um plástico anti-estático. Nenhum manual, nenhum nada.

Tirei da caixa, tirei o plástico e enfiei na tomada. Logo vi que sua luz de status era tão irritante quanto do TC. Luz verde ou ambar que incomoda qualquer alma viva que vaga na escuridão da madrugada insone entre o quarto, banheiro e/ou cozinha. Para minha sorte eu tinha ainda algum vinil adesivo branco para colocar por cima da luz. Pena que eu não me dediquei muito à estética e a coisa ficou meio feia, mas melhor feio do que incômodo.

Depois de colocar no ar, fácil e rápido consegui incluir o Airport para repetir o sinal do TC. Pelo que entendi existem duas maneiras de fazer esta proeza. A primeira é apenas dizer para o AE que ele faz parte de outra rede e, claro, habilitar a opção de extender a rede sem fio no TC. A outra maneira é configurar o WDS. O TC fica como MAIN e o AE fica como REMOTE. Existe ainda uma terceira opção, cujo nome não me recordo, mas que faz apenas o papel de retransmitir o sinal para outro AE ou TC que será o REMOTE. É como um segundo repetidor entre o MAIN e o REMOTE.

Eu decidi por não usar o WDS, já que precisava de uma configuração a mais. Tudo ia bem e poucos minutos já tinha testado tudo que eu queria. Falta naturalmente fazer o upgrade do firmware. Eu jamais iria ficar com aquele belo dispositivo da Apple desatualizado. 7.3.1 era o firmware “de fábrica” e o 7.4.2 já batia forte no coração do meu TC. Naturalmente era hora de atualizar este firmware. Pra quê? Tentei a primeira vez e deu pau. Tentei a segunda e deu pau. Dizia que dava erro. Tira da tomada, liga novamente e voilá! Magicamente a versão estava correta mostrando um 7 um 4 e um 2. O que aconteceram com os erros? Sei lá. Já que a versão estava ok, vamos voltar a configuração para repetir sinal, colocar na tomada certa e ir dormir. Plano fácil e rápido de executar, não é? Não.

Resumindo a novela que durou de 22 h até meia-noite do dia 8, cometi alguns erros idiotas. Primeiro, reservei o IP errado para meu notebook e assim que tirei a reserva no TC para o meu computador, o AE voltou a ser visto e pelo AirPort Utility. Segundo, por algum motivo torto, eu digitava a senha da rede wireless errado seguidamente. E terceiro e por fim meu útlimo erro da lista. Esqueci que a minha rede wireless precisa de liberação de MAC Address. Assim que tudo isto estava corrigido, fui dormir com a certeza de que nem mesmo os produtos da Apple são à prova de usuário burro e teimoso.

Uma coisa que me decepcionou foi a falta de mensagens de erro realmente informativas. Tive que caçar mensagens no log do sistema utilizando o Console e ver logs dentro do AE e do TC para ver o que estava errado. Eu sempre digo orgulhoso que os produtos da Apple podem ser utilizados por migrantes digitais (pessoas que não nasceram na era digital e passaram a usar computadores apenas após os 40 ou 50 anos) com facilidade, mas eu duvido muito que meu pai ou minha mãe conseguiria colocar o AE para funciona da rede aqui de casa.

No final das contas, a rede está expandida, aprendi a fazer um hardreset no AE, vi que muitas pessoas tiveram problemas para conectar o AE após fazer o upgrade para o último formware e ainda ganhei uma boa história para contar aos amigos do pomar.




Leia Também


Deixe um comentário

16 Comentários

  1. Tem certeza que a versão do seu firmware é 7.4.2? Aqui a mais recente é 7.4.1.

    Responder
    • É capaz de ser o 7.4.1 mesmo… era tarde, estava cansado, minha insanidade pode ter feito upgrade no firmware. Vale dizer que era licença poética? Bão, deixa pra lá.. O certo mesmo é o que você falou. 😉

      Responder
  2. Guilherme Mello

     /  17/04/2009

    Fala Bernardo. Esse Airport Express é o produto mais “PC” que a Apple fez em anos. Também perdi noites e mais noites de sono por ele. Eu, que não sou nem um pouco expert em informática, sempre consegui resolver meus problemas no Mac, mas neste caso eu travei.
    Eu queria expandir minha rede, que tem um roteador Belkin na base e levar a internet do meu escritório (que fica no subsolo da casa) até o quarto da minha filha (dois andares acima). Tudo bem, é difícil, mas são dois roteadores padrão N, modernésimos e tal. Um num iMac novo no escritório e outro num eMac velho no quarto dela. Eu achava que aquela porta ethernet do AE era pra ligar computadores sem placa airport embutida, caso do eMac. Nada funcionou. Me embananei todo, desconfigurei tudo, a única coisa que consegui fazer com ele é usar o AirTunes. (acho que vou ter que comprar um daqueles dispositivos usb para ter wireless no eMac, não?) Pesquisando, mesmo sem entender muito o que estava sendo dito, eu descobri que ele não se conecta a redes que não sejam de roteadores da Apple, é verdade? Fui tentar passar e-mail pra Apple (porque não suporto ter que ficar ouvindo pessoal de helpdesk perguntar se já deu boot na máquina, hehe), e “surprise”: A Apple não disponibiliza serviço de ajuda para este produto pelo e-mail!!! Fiquei chocado! Eu que sou Macmaníaco de carteirinha, me irritei profundamente com a soberba da Apple. Hoje em dia ele está lá, na caixa dele, (a americana é bonitinha, naquele esquema tradicional, branquinha, CD, manual), até eu perder a raiva dele e ter tempo para fuçar mais. Abs, de seu colega Guilherme.

    Responder
    • Oi Guilherme! Gostei do comentário. Eu tenho a mesma percepção que você sobre a porta ethernet do AE e fiquei curioso se a Apple fez o que achamos. E a resposta é sim. Você deveria poder colocar seu computador sem wireless na porta ethernet do AE sem problema algum. Bem, na verdade isto funciona apenas se você configurar o AE para se juntar a sua rede wireless através de WDS. Veja em http://support.apple.com/kb/HT1515?viewlocale=en_US#4.

      Em tese você não precisa usar o AE apenas com roteadores da Apple. Existem diversos roteadores caseiros capazes de fazer expansão de redes wireless através de WDS, mas eu só conheço os modelos mais novos e caros dos fabricantes com este recurso. Seu belkin precisa ter suporte para o WDS para você poder fazer o que você quer.

      Sobre o suporte via email, é estranho, mas aceitável. O suporte por telefone, porém deveria estar ok.

      Responder
    • Guilherme, já resolveu seu problema? Senão façå contato comigo e será um prazer tentar ajudar.

      [ ]’s Christo – (suporte Mac em Belo Horizonte)

      Responder
  3. Filipe

     /  17/04/2009

    Falando mal do suporte da Apple… Comprei um MacBook recentemente e fui tentar rodar o tal Assistente de Migração pra passar TUDO do meu antigo iMac pro MacBook, qual não foi minha surpresa descobrir que os 2 não se falavam nem por FireWire nem por WiFi, estão respectivamente com Tiger e Leopard.
    Liguei pra Apple pra pedir ajuda e fiquei surpresa com a incompetência, ignorância e lentidão do cara que me atendeu… falando com se eu fosse um tapado e pedindo pra repetir TUDO O Q EU DISSE JÁ TER FEITO. Por fim, pediu pra eu levar o iMac pra assistência. Que decepção! A gente paga caro, mantém tudo original, e qdo acha q vai fazer valer seu dinheiro tem um atendimento bosta destes, lamentável.
    Resumindo, comprei um HD externo e resolvi tudo na unha.
    é isso…

    Responder
    • A merda no seu caso, filis, é que o atendimento telefônico da Apple cai naquele velho truque do SAC. As pessoas não são profundas conhecedoras do produto que estão prestando suporte telefônico e elas são incapazes de sair do seu script de atendimento. O principal motivo é que se eles forem pegos na auditoria por não ter seguido o script, são duramente repreendidos.

      A pegadinha no seu caso deve ser mesmo a diferença de sistemas operacionais. Se tudo fosse 10.5 (leopard) é bem capaz de você não enfrentar problema algum, mas estou falando disto do topo do meu achismo. 😉

      Responder
  4. Jonatan Guerra

     /  11/01/2010

    comprei um AE recentemente e ele veio em uma caixinha branca, como um livro, igual aquela q vinham os primeiros iPods Nanos, com ele vieram manuais e CD de instalação do Airport Utility, comigo todas as configurações foram fáceis, nenhum erro como citado acima, unica coisa que aconteceu comigo é que quando liguei a primeira vez ele nao criou a rede Apple Network XXXXX, o que resolvi com um reset.

    abraço

    Responder
  5. Julia Back

     /  25/01/2012

    Olá!
    Você sabe qual o alcance em dbi (desculpe-me se eu estiver enganda) deste roteador Estou tendo problemas com a distribuição do sinal na minha casa, devido a estrutura arquitetonica, e me indicaram este roteador como bastante potente neste sentido.
    Sua resposta neste sentido me ajudaria bastante. Obrigada,

    Julia

    Responder
  6. Rogerio

     /  26/01/2012

    Olá, será que poderia me ajudar a conectar minha TV SAMSUNG Smart, via wireless, na minha rede domestica?? Uso um Aiport Extreme como principal e um Airport Express , no modo “extend a wireless network”, para extender a rede no andar de cima da minha casa. Hoje a TV está conectada, e funcionando , no Airport Express via cabo de rede, pois nao consegui conecta-la via wireless.
    Qualquer dica seria bem vinda.
    Grato a todos
    Rogerio

    Responder
  7. Rogerio

     /  26/01/2012

    A minha rede nao tem SSID escondido.

    Responder
  8. Luciana

     /  14/09/2012

    Bernando, please help me! Faz uma semana que estou tentando expandir a minha rede wireless com o Airport Express 802.11n e até agora nada. Tenho um roteador linksys WRT54G e gostaria de expandir essa rede usando o Airport Express 802.11n. Será que é pedir demais??? Quando configuro o Airport Express, não sei o que acontece, mas não consigo enxergá-lo depois da configuração e também atrapalha o meu acesso ao roteador linksys. Você poderia encarecidamente me ajudar???

    Responder
    • Luciana, o Airport Express só consegue expandir, de maneira nativa, redes wireless de outros dispositivos de rede da Apple. Para expandir a rede do seu WRT54G você precisa utilizar um repeditor de sinal WIFI ou usar o WDS, mas eu não tenho certeza se o WRT54G tem suporte ao WDS. Creio que não tenha.

      Responder
  1. Como configurar sua rede wireless da Apple | bernabauer.com

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: