Apple Keyboard




Eu comprei de presente de aniversário um lindo e maravilhoso teclado da Apple. Me recusei a pagar os 300 reais que são pedidos por qualquer loja que tenha produtos Apple. Por isto, um amigo que estava nos EUA, trouxe um pra mim por um terço do preço. 😉 Felicidade dupla!

O teclado é ótimo. Silencioso, baixinho e ocupa pouco espaço. É claro que eu vou reclamar que não existe ele no padrão ABNT-2, com “Ç” e a arrumação diferente de algumas teclas. Eu sempre achei que a Apple só fizesse dois tipos de teclado, mas nestas férias, notei que os teclados de MacBook na Espanha e em Portugal eram diferentes. Em Portugal até “Ç” eu vi, engraçado que aqui no Brasil não rola isto, né?

Nem tudo são flores com o novo teclado. Eu tinha um teclado da Microsoft que tinha uma penca de teclas personalizáveis. Prático ao extremo ter uma tecla para a calculadora, porém neste novo teclado nada de personalizar teclas. Aliás. Notei que a nova arrumação das funções que ficam nas F1-F12 mudou e com isto uma funcionalidade desapareceu. É a funcionalidade de mostrar os ícones do desktop. No MacBook Pro, basta apertar F11 e voilá, as janelas se escondem nas bordas do monitor e vejo os ícones do desktop. Após pesquisar um pouco descobri que a funcionalidade ainda existe, porém, agora são duas teclas a serem acionadas. CMD+F3. Dos males o menor.

O que eu mais gostei é o silêncio comparado com o meu antigo teclado Microsoft. Como este novo teclado é quieto. Incrível. O peso dele também é muito bom. É de alumínio e apesar de ser muito menor que meu antigo teclado, chega a ser até mais pesado. Porém nem tudo são flores. Coisas que me incomodaram:

As duas portas USB são aceitaram meu pendrive. O OS X me vem com uma mensagem que a porta USB que estou usando não permite que dispositivos de grande consumo de energia sejam espetados. Após ler o manual, vi que as portas USB do teclado só aceitam este tipo de dispositivo se eu estivesse usando um iMac aluminium (que é este modelo mais novo de aluminio e vidro). Uma pena.

Outra coisa chata que me fez falta é a iluminação das teclas. Eu costumo usar o computador em local mal iluminado. O MacBook Pro já tem o teclado com backlight e eu esperava o mesmo de um teclado externo. Uma pena que a Apple ainda não tenha um hardware deste tipo. Durante o dia, porém, quando o ambiente está bem iluminado, o teclado é bem visível e as teclas podem ser bem vistas. Mesmo os caracteres das teclas não estarem em preto, mas sim em cinza. Ah sim, o teclado tem teclas brancas.

Uh, acabei de ter uma idéia. Bem que podia ter um teclado destes com teclas pretas. 😉 Será que um dia isto chega ao mercado? É só aproveitar as teclas do MacBook Air colocar um ou dois LEDs em algum lugar e pronto. Nem precisa de fonte externa, vai tudo via USB, que suporta o tranco numa boa.




Próximo Artigo

Leia Também


Deixe um comentário

2 Comentários

  1. GOM

     /  08/08/2008

    para que os acentos no MAC funcionem de acordo com os desenhos, dê uma olhada aqui > http://tinyurl.com/yqx2ow
    eu testei, funciona! e ainda mantém a maneira MAC de escrever.
    hoje misturo as duas maneiras de acentuar.

    Responder
  2. simsim! Eu mesmo já cobri este mapeamento de teclado alguns anos atrás quando comprei meu primeiro mac. Aliás, é o que eu uso hoje em dia.

    Responder

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: