As regras da formula 1 para 2011 (e para os próximos anos)




A Formula 1 parece que se perdeu na última década. Desde o fim da era Senna, a Formula 1 nunca mais foi a mesma. Regras vão e vem, times exploram brechas no regulamento que se tornou uma coisa bastante difícil de ser dominada e a política parece muito mais importante do que a habilidade dos pilotos, que também parece não fazer muita diferença, já que o limite técnico dos carros é que é o diferencial entre as equipes. Os carros são bem diferentes entre si e não há como mudar isto. Se o carro é bom, ninguém o supera, mesmo um piloto inspirado que fica limitado pelo seu conjunto técnico e estratégia da equipe.

Para 2011 algumas coisas mudaram. Pra começar o jogo de equipe está liberado, pois o item do regulamento que impedia tal prática foi retirado. Isto é bom? Não, pois a Formula 1 passa a ter mais cara de esporte de time do que de pilotos. O mais engraçado é que o artigo 151c diz que qualquer ação que possa manchar a categoria será julgado e punido severamente. Ou seja, Não tem regra que impeça o jogo de equipe, porém se a opinião publica for contra, a equipe pode ser punida. Subjetivo pra caramba. Mais um “ou seja”, vai dar merda. Veja mais a respeito no site da F1.

Para 2011 também tem novo fornecedor de pneus, que será a Pirelli, e pelos próximos 3 anos ela tem contrato para tal. Outras mudanças são:

  • A asa traseira poderá ser regulada pelo piloto duas voltas após o começo da corrida através de mecanismo eletrônico e só poderá ser ativado se ele estiver menos de um segundo atrás de outro piloto em locais selecionados da pista. Quando o piloto frear o mecanismo é desabilitado. Durante treinos livres de classificação o seu uso é liberado
  • Regra dos 107% volta com direito à “café com leite” dos fiscais. Isto quer dizer que se o tempo de um determinado piloto exceder a os 107% do piloto mais veloz, este carro não poderá largar
  • O F-duct, que faz com que o piloto use parte do seu corpo para modificar o comportamento aerodinâmico do carro, está proibido
  • Peso mínimo do carro passa a ser 640kg
  • A caixa de mudança deverá durar 5 corridas ao invés de 4 como foi o caso em 2010

As regras para os próximos anos estarão disponíveis no site da FIA em breve. Outras coisas importantes para os anos de 2012 até 2014 são a troca do motor em 2013 que terá 4 cilindros e 1.6L com injeção direta de alta pressão e turbo. A quantidade de motores novos na temporada será de 5 em 2013 e cai para 4 em 2014. A mudança nos motores diz ainda que a pressão da injeção direta de combustível será de 500bar e a rotação máxima do motor em torno de 12 mil rpm. Estas mudanças farão que os carros sejam 35% mais econômicos e também dará espaço para que tecnologias de recuperação de energia ganhem espaço. Sim, estamos falando do KERS.

Quer saber mais sobre a próxima temporada? Dê uma rápida lida no verbete da wikipedia para a temporada 2011. Lá você vai descobrir que dois patrocinadores da Williams se mandaram e outras curiosidades.

Via Formula 1.




Próximo Artigo

Leia Também


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: