Cliente para o Google Wave




Acredita que depois de ficar totalmente obcecado por um convite para o Google Wave, recebê-lo e usar o “produto”, esqueci completamente dele e por quase 3 semana não entrei no dito. Tanto tempo que parece que a coisa toda está diferente. Se antes eu invejava quem tinha o acesso ao Google Wave, hoje eu invejo quem não tem.

Por que? Bem, na minha visão o Google Wave veio para ajudar na colaboração, evitar o trânsito de mensagens através de internet economizando, banda, espaço em disco e claro, tempo. Acontece que você pode ser incluído em qualquer “onda”, assim como acontece no antiquado e ultrapassado “email”. Quem disse que eu quero participar da “onda” sobre a performance do Google Wave no Firefox? Apesar do tema ser interessante, creio que meu tempo é incompatível para participar de maneira ativa desta discussão.

Se deveria ser feito uma coisa para o Google Wave me cativar, então existem duas coisas que deveriam acontecer. A primeira é que você não deveria ser incluído em qualquer “onda” sem o seu ok. Então a mudança deve ser que você deveria receber convites para ser incluído na “onda” dos outros.

A outra mudança que deveria acontecer é um aviso para qualquer outro método antigo de comunicação como o email, avisando que existem novidades nas “ondas” que você participa.

Enquanto estas mudanças não vem, o que pode se fazer? Bom, usar um cliente melhor. O WaveBoard, que me foi apresentado pelo @ivanneto, é exatamente isto. Aliás, é mais do que isto. ele está prestes a entrar na lista de clientes de Google Wave para o iPhone. Que até onde eu sei é formada por zero clientes. 😉 Aliás, o WaveBoard para iPhone endereça um dos problemas que listei. Ele terá push notification que avisará sobre novidades nas ondas.

Seu concorrente claro será a própria versão do Google Wave via web que a Google está desenvolvendo e que apareceu no Engadget. O webapp ainda está em versão alpha o que pode ser considerado totalmente inútil para o usuário final.

Se você ainda não entendeu do que o Google Wave se trata, aqui vai um pequeno vídeo que explica.

Enquanto isto no desktop do Mac, o Waveboard é a melhor opção existente, pelo menos segundo a matriz de funções que o desenvolvedor montou para comparar sua criação com os concorrentes Fluid, Safari e Firefox. Se você resolver usar o WaveBoard, fique atento. Você vai precisar instalar o Google Gears.




Leia Também


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: