Como editar arquivos do Office no iPhone




Em 2007 quando o iPhone surgiu já se sabia que ele era capaz de ler documentos do Office da Microsoft, mas editar que é bom, não. No final do ano passado uma boa noticia surgiu. A Dataviz que produz o Documents to Go, anunciou que iria lançar seu famoso pacote de edição de arquivos de MS Office para o iPhone. Hoje o programa já está disponível para comprar na AppStore por 5 dólares, mesmo que ele permita editar apenas arquivos do Word. A edição de arquivos para Excel ainda está em fase de desenvolvimento, mas caso você opte por comprar o Documents To Go para o iPhone, receberá o upgrade sem custo adicional.

Não espere porém que a experiência de edição de documentos Word utilizando este programa seja identica ao do Word no seu computador. A interface é limitada e nem todas as funções do Word estão disponíveis. Por outro lado o Documents to Go é mais do que um visualizador e editor de arquivos do pacote Office. Ele permite que se veja arquivos do iWork (versões ’08 e ’09), Excel e PowerPoint (versões 97 até 2008), Adobe Acrobat (PDF), arquivos HTML e também imagens (BMP, JPG, GIF, TIF, SVG e PNG).

Existe porém outra opção para editar arquivos do Office. Chama-se QuickOffice e ele não é da Microsoft. Ele é mais caro que o Documents to Go. O preço normal dele é 20 dólares, mas quando visitei a página ele estava custando apenas 13 dólares.

O diferencial do QuickOffice é que ele não requer instalação de nenhum programa adicional no seu computador e já edita planilhas de Excel. A pegadinha é que até o momento apenas as versões 2003 dos arquivos Word e Excel podem ser editados. Suporte para o Office 2007 ainda está em fase de desenvolvimento. Arquivos do PowerPoint não são suportados ainda, porém no pacote você recebe um programa que permite armazenar arquivos na nuvem através do iDisk ou transferir arquivos através de WiFi diretamente do seu computador para o iPhone.

No final das contas, ninguém faz tudo que a gente gostaria, mas dado as restrições de cada aplicação a melhor opção parece ser o QuickOffice, que aliás, foi a escolha da MacWorld também.




Leia Também


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: