Comprei um iMac




Eu estava precisando fazer algo em relação ao meu atual computador. Um MacBook Pro 15″ que comprei em 2008. Segundo o System Profiler, ele é um MBP3,1. Nada contra ele. Dá conta do recado e gosto muito do formato e não é lento. Com 2GB de memória seu único defeito é que apenas 120GB para dados. Depois de dois anos usando sem parar, manutenção e um upgrade inplace de sistema operacional, tudo fica mais longo para fazer. Como eu não tinha tempo para me dedicar a limpeza coloquei na cabeça que precisava de um novo computador.

Comecei a minha famigerada analise de mercado para escolher qual o melhor modelo. Eu certamente adoraria um novo MacBook Pro, mas eu não tenho como gastar tanto dinheiro assim. Eu queria evitar a tela glosse de vidro dos novos notebooks e isto só seria conseguido se eu comprasse diretamente da Apple. Entendeu como sairia caro?

Parti então para uma solução mais em conta. Será que um MacMini seria suficiente? Claro! Já tenho um monitor de 23″ teclado externo e mouse para acompanhar a pequena caixa branca da Apple. O novo modelo é tão mais bonito que o anterior e por 2 mil reais no desconto para estudante não tenho como reclamar tanto assim.

Ai me surge uma oportunidade única. Um amigo de trabalho diz que está vendendo um iMac de 20″ que ele tinha comprado nos EUA um ano atrás. Pelo preço, não tive como não aproveitar. Ele foi produzido em 2008, mas comprado em 2009. Um iMac8,1 2,66GHz com 4GB de memória e está na minha frente acompanhado por meu Time Capsule que já está comigo há um tempo. Rearrumei minha mesa e agora me sinto mais produtivo.

Antes de começar a usar, resolvei experimentar as migrações de dados entre o meu MBP e o iMac. Fiquei impressionado como o Assistente de Migração é eficiente. Depois de algumas horas copiando arquivos do Time Capsule a partir de um backup feito pelo Time Machine, meu iMac estava pronto para uso assim como meu MacBook estava. Ele levou tudo, configurações, programas e dados. Fiquei impressionado de verdade.

Depois que fiz a migração, claro que formatei o iMac novamente, afinal, meu MBP estava lotado de coisas e eu não queria levar tudo. O importante pra mim eram apenas as fotos do iPhoto e a biblioteca do iTunes. Os demais, eu poderia fazer a migração manualmente.

Tudo resolvido e duas formatações depois, comecei a usar o iMac como meu computador primário. Fiquei de queixo caído com duas coisas. O som que saem das caixas de som são demais. O nível de grave é espetacular. O som do MacBook é baixo e ruim, no MacBook Pro, tenho a impressão que melhora, apesar de faltar graves, mas acho que é mais alto, já no iMac, UAU!

Outra coisa que me impressionou são as cores que o monitor fornece. Achei que o de 20″ seria grande, mas vejo que me enganei. Ao lado do meu monitor de 23″ sinto que estou apertado na tela. Um monitor de 27″ como o novo iMac certamente não é nenhum exagero.

Estou feliz com meu novo computador. Agora só preciso de tempo para formatar meu antigo MacBook Pro e usá-lo para outros fins.




Próximo Artigo

Leia Também


Deixe um comentário

8 Comentários

  1. Alemão

     /  03/11/2010

    Não pretende vender, por ora, o MBP? abraço

    Responder
  2. Cicero

     /  03/11/2010

    Cara,

    Não sei quanto você pagou neste iMac mas em uma loja que tem aqui em Brasília tem essa promoção http://www.ctisdigital.com.br/LojaCTIS/catalogo/ProdutoFull.aspx?Produto=23329

    Responder
  3. TimeMachine é uma mãe não é mesmo?!
    Eu já passei por experiência parecida com esta sua, só que foi o processo inverso. Tenho um iMac 2.4 4GB RAM e depois comprei um MacBook. Logo de cara usei o assistente de migração e passei tudo pro portátil e depois fui retirando algumas coisas que não teria necessidade de utilizar.
    Tem coisas que só o tio Jobs facilita pra você!

    Responder
  4. “Agora só preciso de tempo para formatar meu antigo MacBook Pro e usá-lo para outros fins.”

    Pr0n! 😛

    Responder
  5. Vinicius

     /  03/11/2010

    Parabéns pela nova aquisição!

    Sobre este assistente já usei ele quando troquei o HD do meu MBP 13″, ele veio com um HD de 250GB, coloquei um novo de 500GB. Para ter acesso aos meus arquivos no HD de 250GB, eu comprei uma case externa para ele, assim que o OSX terminou de instalar, pluguei a case com o HD de 250GB com os meus arquivos e disse aos assistente que os meus arquivos estava em outro HD, assim que ele terminou de transferir os arquivos só precisei entrar com a minha senha e o meu MBP estava como eu tinha deixado antes de trocar o HD, muito impressionante este assistente.

    Responder

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: