Disco ótico de 1TB




Inacreditável, não é mesmo? Eu jamais apostaria que as mídias óticas evoluiriam tanto. Pra mim, esta tecnologia esta fadada à morte. Prefiro mil vezes memórias de estado sólido. Mídias óticas dependem de partes móveis. Precisam de motor, correias, bandeja etc. Apesar da minha aposta, os fabricantes continua insistindo em seu desenvolvimento e nas últimas semanas duas noticias me chocaram.

A primeira foi a noticia de um disco ótico de 400GB da Pioneer. Se hoje você acha impressionante ter discos de DVD com duas camadas, imagina ter um disco de 16 camadas, cada um com 25 GB? Esta aberração tecnológica deve chegar ao mercado apenas em 2010 e deve ser uma mídia somente para leitura. Em 2012 chegam as mídias regraváveis. Discos de 1TB devem se tornar realidade em 5 anos. Esta é a segunda noticia.

A japinha buchechuda não vem em nenhuma das 16 camada destes novos discos, mas a gente bem que gostaria, né?

Veja mais aqui.




Leia Também


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: