E os apps de iPhone no iPad?




Os apps nativos e desenhados para o iPad costumam ser bem melhores do que aqueles que rodam de maneira de compatibilidade. Digo em modo de compatibilidade não por que exista alguma diferença de código fonte, por que não existe. O sistema operacional é o mesmo, o que difere uma aplicação nativa de iPad de uma que não seja é que a resolução para a qual a interface foi projetada é diferente.

Não vou comparar a resolução do iPhone e iPod Touch com a do iPad, até mesmo por que a quantidade de pixel pouco é importante para um simples consumidor, o que importa é que é diferente. Por conta desta diferença a Apple fez um bacalhau para fazer apps desenhados para o iPhone, rodarem no iPad. Funciona? Funciona. É ruim? Não, não é, mas a melhor metáfora que eu posso fazer entre um app para iPhone rodando no iPad e um app nativo de iPad é a comparação de qualidade entre TV analógica e TV HD.

Veja a tela do meu jogo predileto para o iPhone. Coloquei ele naquela resolução 2x que faz com que ele ocupe o máximo espaço de tela, mas ao fazê-lo, parece que ele fica ligeiramente fora de foco e você acaba percebendo isto ao receber uma tela de notificação que vem na resolução nativa do iPad.

Não chega a ser ruim, mas é estranho e faz com que os apps para iPad sejam muito mais necessários e desejados.




Próximo Artigo

Leia Também


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: