E se o MBP tivesse um SSD ao invés de um HD?




Para começar eu chutaria que o tempo de bateria seria bem maior do que é hoje. Outra coisa que seria diferente é a geração de calor. HDs, quando escrevem e leem muito geram uma quantidade de calor e barulho que não tem igual. Um SSD não tem partes móveis e por isso não produz barulho. A questão do calor pode ser até discutível, talvez os dois gerem a mesma coisa, mas com as devidas atualizações no fluxo de ar dentro de um notebook, o SSD pode ser mais frio do que um HD em mesmas condições de utilização.

Se você chegou até aqui e viu a sopa de letrinha do título e ainda não entendeu do que se trata este artigo, não se desespere. HD é o disco rígido, ou memória secundária, como alguns podem dizer. HD vem de Hard Disc e é nele que todos os seus dados ficam armazenados. SSD vem de Solid State Drive, que na verdade é um monte de chips de memória que consegue armazenar seus dados mesmo sem energia, assim como os pendrives ou memorystick conseguem guardar fotos e outros arquivos.

O grande desafio de substituir um HD por um SSD é o tempo de acesso de leitura e escrita. Já existem algumas empresas que substituem os HDs de notebooks ou outros dispositivos computacionais por SSD, mas o custo ainda não vale a pena. O maior disco que eu tenho ciência é o que foi utilizado no vídeo abaixo: 64GB.

Veja mais sobre o vídeo aqui.




Artigo Anterior
Próximo Artigo

Leia Também


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: