Fim das locadoras?




Assim que compramos um video cassete entramos para uma locadora. Pegamos os filmes em VHS no sábado para devolver no domingo. Era uma locadora perto de casa então íamos sempre a pé. Era divertido. Domingo a locadora abria, sim! Aliás a locadora ficava perto de uma feira livre que acontecia no sábado então sempre tinha movimento.

Eu adorava, nem lembro por que não voltamos mais lá. Acho que foi na época que passamos a assinar uma TV por Assinatura. Os cavaleiros do apocalipse de plantão já anunciavam que o “cabo” mataria a locadora. Mas isto nunca aconteceu. Verdade que a locadora perto de casa fechou, mas acho que foi mais má gestão do que outra coisa.

Quando a internet chegou, ninguém imaginou que a banda larga traria os downloads que colocariam em risco novamente as locadoras. Mais uma vez, no meio da história, a Blockbuster decide vender sua operação no Brasil para a Americanas! Logo na época que eu pensava em me afiliar a Blockbuster. Isto depois que eu me mudei para perto de uma, por acaso! 😉

Andei conversando com algumas pessoas de fora do meu círculo de amigos. Ok, eu admito, foi com um taxista que eu bati um papo. Fiquei simplesmente aterrorizado com a falta de valores do pobre rapaz. Conversei com ele sobre maneiras de ganhar dinheiro e da fantástica descoberta que fiz com a NetMovies. O cara só faltou me chamar de otário. Disse que tudo que era locadora ia fechar por que “os download são demais”.

Quando falei sobre abrir uma LanHouse, ele não conversou e já foi logo tascando que “os programas é tudo download” e que tinha que tratar de fazer um gato, por que computador ligado o dia inteiro consome muito.

Claro que é difícil colocar na cabeça do pobre coitado, que apesar de ser grátis fazer o download ilegal de um material protegido por lei de copyright, é pior para ele. É o amigo dele que vai perder o emprego na locadora, é o primo dele que perde o lugar na empresa de produção de DVDs, é o amigo da namorada ele que deixa de ganhar dinheiro fazendo entregas de caixas de filme para o comércio. Todos nós perdemos com o download de filmes. A economia perde.

Saltei triste do taxi, mas sabendo que o pobre rapaz não tem culpa. Ele faz parte dos milhões de brasileiros menos favorecidos pela economia tão desigual que temos. Ele anda orgulhoso com seu taxi todo acabado, mas equipado com rádio Sony com controle remoto e kit GNV todo fudido, que se ele não manter o carro acelerado, faz o motor morrer. Se ele não tem educação, fica difícil defender certo valores que todos deveríamos ter.

Pior foi escutar discurso parecido sobre download de filmes de amigos mais próximos. Claro que eles não compram filmes piratas do camelô, mas o download é sagrado. Eu acho isto o fim da picada. Depois que entrei para a NetMovies, eu não quero outra coisa. Nada melhor do que ver um filme em casa com legendas sem se preocupar em ter que acessar um site para baixar um filme que pode ou não estar correto, ir em outro para baixar legenda que foi feita por um fedelho cheio de espinhas que mal sabe escrever português para, por fim, juntar esta merda toda para gravar um DVD e colocar no DVD Player da sala e ver o filme com qualidade de audio pior do que o pum que o gordinho solta dentro do elevador lotado.

Tanto trabalho cansa. Requer tempo e mais do que isto. Precisa do computador ligado só consumindo energia, mais a banda larga. Fala sério. Pelo menos o taxista nisto tinha razão. Computador consome energia. Muito melhor ser sócio da NetMovies. Não me preocupo com nada disto. Gostaria apenas que os filmes ficassem disponíveis de maneira mais rápida e que cheguem logo os filmes em bluray.

Não acho que as locadoras encontraram sua lápide. Acho que elas tem um longo caminho pela frente. Elas só precisam ser mais práticas que o download, ainda que os valores destas pessoas estejam errados e assim fica difícil competir.




Artigo Anterior

Leia Também


Deixe um comentário

7 Comentários

  1. Legal, já tinha ouvido falar da netmovies no Nerdcast. Agora só está faltando uma promoção aqui sorteando um mês de graça na Netmovies! hehe

    Responder
  2. Oi Bernardo. Esse seu método de comentário com cálculo de matemática é meio chato, hein? Acabei perdendo a resposta anterior, que era enoooooooooooorme. Enfim, vou tentar escrever de novo. 😛 Por isso, vou escrever um artigo no meu blog sobre o assunto, assim não preciso ficar calculando!!!

    Responder
  3. @thiago: Seria muito legal ter uma promoção da NetMovies aqui. Pena que já rolou algo deste tipo lá no blog do GuiLeite. Não sei se eles vão topar repetir a dose por aqui. Alou NetMovies! Pode ser? 😉

    @Paula: Que legal ler seus comentários novamente! Pode deixar que eu vou dar um jeito nesta conta matemática. 😉

    Responder
  4. Eu discordo de você. Eu acho que o download vai acabar com as locadoras, até mesmo com a NetMovies. Só que o download legal.

    Afinal, se é prático pedir o filme pela NetMovies, é muito melhor entrar no iTunes e estar assistindo quase instantaneamente.

    Claro que isso vai demorar pra chegar por aqui, mas lá fora já é realidade…

    Responder
  5. Download legal é o nirvana. Espero que quando este momento chegar, nossa banda larga esteja na casa das dezenas de MB e não nesta miséria que é hoje.

    Hoje aqui no Brasil já existem algumas opções de filmes via streaming, mas nada que tenha virado hype e bom serviço, afinal, cada a banda larga? 🙂

    Acho que a NetMovies não morre não. Eles devem estar ligados no lance do BluRay e ainda se preparando para fazer uma solução bacana de download ou streaming.

    Responder
  6. Pra mim é meio certo o fim das locadoras (tradicionais) e também dos discos… Apesar de amar ter muitas caixinhas na prateleira, comprar o arquivo me parece bem mais lógico.

    Ter um HD na prateleira também funciona 😉
    Claro, com uma velocidade e serviços de conexões que prestem…

    Enquanto esse cenário não vem, bem que queria NetMovies na minha cidade, já que Sampa pra mim é só p/ trabalhar rs.

    Você já tem um Bluray player?

    Responder
  7. ainda não… Aliás, não comprei mac mini ou imac por causa do blueray. assim que os preços dos discos caírem (100 reais por um filme é sacanagem!) vou começar a procurar um player legal. Até lá a NetMovies vai oferecer filmes neste formato. Eu tenho fé. 😉

    Responder

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: