Ford New Fiesta 2012 Hatch




Semana passada fui à Punta del Este através de um convite da Ford com outros 8 autores de blogs para conhecer o Ford New Fiesta Hatch. O convite veio para blogs de tecnologia por conta do grande apelo tecnológico que coloca o New Fiesta na categoria Compacto Premium. O Fiesta atual ainda continua sendo feito, imitando a tática de todas as demais montadoras que mantém produtos antigos no mercado, mas o novo passa a um novo nível, tudo por conta dos gadgets.

Pra começar o New Fiesta Hatch é o primeiro carro de sua categoria a ter reconhecimento de voz em português do Brasil através do Sync que é feito sobre a plataforma desenvolvida pela Microsoft. Quando digo que a Microsoft desenvolveu a plataforma, digo apenas que o “sistema operacional” sobre o qual o sistema de reconhecimento de voz foi fornecido pela Microsoft. Todo o desenvolvimento de navegação, personalização para o Brasil e demais funções foi todo realizado pela Ford nos EUA. Microsoft é apenas parceira no desenvolvimento para que a Ford faça seus produtos. Isto é um grande salto na categoria e um diferencial. E cá entre nós, totalmente geek.

Outro recurso tecnológico que faz o New Fiesta ser agora um “premium” e não mais um simples compacto é o Hill Assist. Este assistente é responsável pela ajuda em ladeiras. Funciona assim: Quando você pára um carro numa ladeira, precisa fazer a manobra que boa parte dos motoristas odeia. Acionar o freio de mão e depois a tortura de pisar no freio, acionar o freio de mão, soltar o freio de pé, acionar a embreagem, acelerador e liberar o freio de mão. Tudo por que você tem apenas dois pés e a manobra requer que você acione os 3 funções que os pedais oferecem. Embreagem, freio e acelerador. O Hill Assist é como mais um pé para você. Ele mantém o freio acionado por até 3 segundos e assim você tem tempo suficiente para acionar a embreagem e o acelerador.

Estas duas novidades são as mais aparentes para o motorista e seus passageiros, mas existem outras novidades. O New Fiesta tem uma rede de sensores para aumentar a segurança dos ocupantes em caso de colisão. Não menos impressionante é a quantidade de air bags que ele oferece. São 7. E para isto tudo funcionar existem sensores em todas as partes do carro para apenas acionar as bolsas de ar quando for realmente necessário e no tempo correto. O sensor que mais me impressionou foi um que fica sob o banco do carona. Ele consegue determinar o peso de quem está por ali e assim acionar o air bag sem ferir o ocupante. Outro sensor identifica a distância do ocupante ao console através do posicionamento do banco.

Além deste banho de tecnologia que a Ford anda colocando em seus carros, o que mais eu senti falta foi o câmbio automático. Eu não represento uma grande fatia do mercado então eu vou ter que esperar ainda. Afinal, entre o etanol e o câmbio automático, fica claro que a maioria quer carro movido à etanol e poucos querem câmbio automático.

Falando apenas do carro em si, fui completamente surpreendido. Não sou consumidor de carros compactos e fui ao evento um pouco desiludido de ir conhecer um Fiesta, mas durante os dois dias que fiquei conhecendo o carro, confesso que fui completamente surpreendido. Em sua categoria, e quero deixar bem claro, que tenho que compará-lo com seus concorrentes e não outras categorias, ele é acima dos concorrentes. Não dirijo carros com câmbio manual há mais de 5 anos e sentar atrás do volante não foi sem apreensão, porém o New Fiesta deixou tudo bem mais simples do que eu imaginava. A troca de marcha é bastante fácil e macia, freio, embreagem e acelerador também não criaram problemas para os meus pés, que estão apenas acostumados com 2 pedais.

O motor é bem elástico, tem torque, mesmo sendo um motor 1.6. Com 4 ocupantes adultos, o New Fiesta encarou muito bem as ladeiras que Punta del Este tem. Arrancadas também foram bem divertidas. Apesar do carro não ser esportivo, seu design certamente almeja ser mais esportivo do que sua geração anterior. No seu interior isto também se repete. O banco é ótimo para quem gosta de fazer curvas e mesmo eu não gostando de banco de couro, achei que este conjunto com detalhes em branco são vencedores. Se dá para resumir o New Fiesta em poucas palavras, ele é um carro confortável, prático e silencioso.

Econômico é outra palavra que faz parte do dicionário do New Fiesta. Dirigindo nas ruas ao lado da praia de Punta, o carro fazia média de 6 l/100km, ou seja, cerca de 16 km/l. Isto em 5 marcha e em torno de 80 km/h com o motor próximo dos 2000 rpm.

Ainda não está na hora, mas é questão de tempo até o tanque de gasolina no compartimento do motor do Fiesta se aposentar. Hoje ele está lá para garantir que o motor ligue, caso o tanque esteja com 100% de etanol.

Espera que tem mais novidades. O New Fiesta tem surpresa no tanque de combustível. Ele não tem mais aquela tampa que é atarraxada no bocal. O sistema se abra mecanicamente com a penetração (sem pensamentos peludos, por favor!) do bico da bomba de combustível. Aliás, vale lembrar que o New Fiesta aceita gasolina e etanol em qualquer mistura. Por conta desta novidade no abastecimento, o New Fiesta vem com uma peça de plástico para ajudar no abastecimento quando o carro não está no posto e a gasolina está numa garrafa de refrigerante!

Pra fechar, algumas opiniões: O sistema de reconhecimento de voz está na primeira versão em português do Brasil e funciona tão bem quanto os comandos de voz que o iPhone 4 (cm iOS 4.3.5) tem. Isto quer dizer que ele não é perfeito, mas que tem grande potencial. Questionei varias vezes sobre a possibilidade de atualização do sistema e a resposta foi que o Sync é capaz de ser atualizado, mas apenas pela Ford. Não espere acessar uma página em sua casa, baixar um arquivo num pendrive ou CD para colocar e fazer uma seqüência de ações para fazer a atualização.

O sistema de som, com 6 alto falantes é ótimo e nem precisa ser modificado. Escutando AC/DC e RATM através de streaming de bluetooth ou no cabo, foi ótimo. Nomes de faixa e disco também são mostrados no display central que está na medida certa. Apesar de sempre querermos coisas maiores e coloridas, o display laranja é bem legível em qualquer condição de iluminação. Uma pena é que através do Bluetooth, com o iPhone pelo menos, as IDTags das MP3 não são transmitidas.

Outra tristeza foi a falta de controle de volume no volante. Apesar do comando de voz ser bom para acionar certas funções do rádio, volume não é uma delas, então se você quiser trocar de faixa, pode fazer no volante com a mão esquerda, mas se quiser controlar o volume, tire a mão direita do volante para fazer o ajuste no console central.

Confira o video abaixo com fotos e detalhes do New Fiesta Hatch 2012!




Leia Também


Deixe um comentário

2 Comentários

  1. Carlos

     /  11/10/2012

    Hum… Encontrei acima um equívoco: no volante do New Fiesta há uma “borboleta” que permite tanto a mudança de faixas como de volume, também. Confiram.

    Responder
  1. Conheça a fábrica da Ford em Camaçari | bernabauer.com

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: