Google apresenta o Nexus S




A Google começou no mundo dos smartphones com duas coisas. A primeira foi o Sistema Operacional Android. Ele é … não. Ele não é. A Google não criou o Android do zero. Não é uma idéia “original Google”, mas sim a identificação de “potencial Google”, pois o Android veio junto com a aquisição de uma empresa que desenvolvia o sistema operacional baseado em Linux.

Depois de um tempo, já que a parte do sistema operacional estava dominado, nada mais natural do que se aventurar na criação de um equipamento para rodar este aparelho e assim ser modelo para qualquer outro fabricante utilizar o Android. Assim nasceu o Nexus One.

Estranhamente tenho a impressão de que o Nexus One foi lançado há tanto tempo, mas ao pesquisar, descobri que ele foi lançado este ano. Mais precisamente em janeiro. O smartphone na verdade é criação da HTC, que o desenhou e fabrica, mas quem coloca a marca sobre o equipamento é a Google.

Desde o seu lançamento muito se especulou sobre um sucessor e agora no final do ano, fechado quase um ano inteiro de um ciclo que parece imitar muito bem o ciclo de novidade do iPhone da Apple, a Google apresenta o novo Nexus.

Chama-se Nexus S e o que ele tem de novo? Bom, pelo vídeo abaixo, creio que ele deixa as pessoas tontas, ou numa realidade onde as coisas parecem que fazem sentido apenas através da tela do smartphone. Sim, eu estou implicando. 😉 Veja o vídeo.

Pra quem acompanha noticias do mundo mobile deve ter notado que o Nexus S tem uma cara meio conhecida. Sim, novamente a Google não desenvolveu o aparelho, mas sim fez um acordo com um fabricante e só coloca sua marca no espertofone. Quem criou e fabrica o aparelho é a Samsung.

Por mais que a Google se empenhe em evoluir o Android, no hardware parece que a coisa ficou mais no que a Samsung queria fazer e isto faz com que o aparelho naturalmente não seja perfeito.

A CNet fez uma lista com 6 coisas que o Nexus S não agrada.

  • Não há slot para cartão microSD
  • Não há notificação visual através de luzes
  • Câmera de 5MP é pouco comparado com concorrentes já disponíveis
  • Não há saída HDMI ou suporte para DLNA
  • Processador tem apenas um núcleo
  • Nada de 4G

Como usuário de iPhone 4, não vejo muito problema em nenhum destes aspectos. O último em especifico pouco importa para nós brasileiros, pois por aqui não tem a menor previsão do LTE, que é a sopa de letrinhas que as operadoras utilizam para se referir à quarta geração de telefonia móvel.

O único que realmente concordo é em relação ao processador de apenas um núcleo. Estamos exatamente no limiar da mudança em processadores móveis de um núcleo para multi-núcleo. Seria um ótimo diferencial para o espertofone da Google ter um processador multi-núcleo, afinal o PlayBook da RIM, fabricante do Blackberry, terá este novo processador.

No conjunto geral, o Nexus S não impressiona. Na verdade ele decepciona. Suas características técnicas são classificadas como “mais do mesmo”. Sua tela tem 4 polegadas e resolução WVGA (800×480), pesa 129 gramas e seu processador é um Cortex A8 de 1GHz. Rede Wireless WIFI é 802.11 b/g/n e na rede celular ele é quad-band GSM e triband 3G. Quer ver mais? Veja a tabela que a Google montou sobre o seu próprio telefone.

A única real novidade é a chegada do NFC (Near Field Communications) que promete facilitar pagamentos de pequeno valor e ainda outras aplicações como programas de fidelidade ou até mesmo abertura de portas de hotel.


Ok. Quer algo impressionante de verdade? A tela é ligeiramente curva. Ficou impressionado? Não né? Nem eu.




Artigo Anterior

Leia Também


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: