Guerra é errado, mas a tecnologia de projéteis me fascina




Força jamais deve ser o primeiro recurso. Talvez não devesse ser nem mesmo o último recurso, mas não adianta gastar palavras se a outra parte não consegue escutar ou ser razoável. Então guerra!

A Marinha dos EUA desenvolveram um canhão eletromagnético que lança projéteis a mais de 100 milhas náuticas a velocidade de 6 vezes a do som. Impressionante, não? No ano que vem eles começam a testar a arma em navios. Hoje a arma já está em testes em estações fixas em terra.

Não vi detalhes da tecnologia confirmada por trás, mas não há explosão para para lançar o projétil. O ar acaba “pegando fogo” por conta da ionização do mesmo. Parece que é criada uma diferença de pressão na frente do projétil.

Outro fator interessante é que o projétil em si não tem carga explosiva, o simples fato de estar em alta velocidade pode gerar energia suficiente no impacto para causar a destruição do alvo. E indo além, a idéia é de quase 100 anos atrás. Veja mais na wikipedia.




Leia Também


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: