hulu: TV na web, só as partes ruins




Pelo que li no TechCrunch o hulu vai ter todas as coisas ruins da TV, só que na web. Duvido muito que o site seja disponibilizado para internautas fora dos EUA e antes que você fale meia duzia de palavras peludas sobre a minha mãe, deixe-me explicar o que é .

Hulu é a resposta ao YouTube (e também não é!), é um afronta ao iTunes Store (e também não é!) e é também uma TV online (e adivinhou novamente, por que não é). O hulu não tem conteúdo enviado por seus usuários. Ele também não permite o download de nada. Muito menos permite a compra de alguma coisa.

O hulu é como o portal de vídeo da Globo.com. Só que tem uma pegadinha. Após 5 semanas, o conteúdo expira e não fica mais disponível no site. A qualidade do vídeo do hulu, porém, deve ser muito diferente do que a globo.com oferece. Caracterizado como um meio de distribuição premium, os vídeo que serão disponibilizados seguirão um regra norte americana de disponibilidade de conteúdo. O conteúdo que passou na TV estará disponível após a meia noite no fuso horário do Havaí.

Tudo que será necessário para usar o hulu será um browser, flash da adobe atualizado e por fim uma boa conexão de banda larga. Os vídeos estarão disponíveis em streaming de 480 ou 700kbps.

O controle por região está de pé e se você espera ver algum episódio antes do seu lançamento nacional, pode esquecer. Alguns sites parceiros do grupo NBC/Universal e News Corp já estão mostrando vídeos do hulu.




Leia Também


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: