Nativos digitais são a solução de seus problemas? Pensa novamente…




Já escutei tanto que a geração Y vem para abalar e acabar com todos os conceitos e deixar os antigos profissionais obsoletos. Bom, escuto isto há pelo menos 5 anos e tudo que consegui ver até agora foi falatório. Os hábitos mudaram, mas os profissionais continuam os mesmos. Admito que as pessoas mais novas tem alguma facilidade com o mundo eletrônico que os mais velhos tem alguma dificuldade de entender ou aprender, mas no fundo, o raciocínio ágil sem experiência apenas acelera resultados nem sempre vencedores.

NewImage

Semana passada me deparei com um artigo da Harvard Business Review que indicava que os nativos digitais, portanto geração Y e mais novos, são menos capazes de perceber comunicação não verbal. Na hora de fazer comunicação presencial, sem elementos eletrônicos, estes seres com cérebros formados em conjunto com zeros e ums são menos hábeis na hora de entender o que o interlocutor está pensando e o que linguagem corporal, tom de voz ou expressões faciais querem dizer.

Isto quer dizer que a geração Y e seguintes precisam de mais tempo para se preparar para áreas como consultoria, diplomacia, recursos humanos e outras que são basicamente fundamentadas em interações humanas, ainda que ligadas a áreas técnicas. As áreas humanas como psicologia nem entram na onda, afinal, a formação é completamente diferente. O foco é apenas em áreas tecnológicas e não-humanas.

Isto não quer dizer que a geração Y está perdida. O fato deles terem nascidos na era digital quer dizer que o cérebro deles é capaz de maior memória recente e arrumação de grandes quantidades de informações em pouco espaço de tempo além de realização de diversas tarefas ao mesmo tempo e maior quantidade de pontos em testes de QI. Ainda assim é necessário compensar o jeito que eles estão amadurecendo e reforçar suas atuais deficiências.




Artigo Anterior

Leia Também


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: