Notebook barato




Premissa básica do mundo dos notebooks e laptops. Não existe um equipamento com dois B’s. Onde um B pode ser Bom e outro pode ser Barato. Existe naturalmente a exceção onde um notebook pode sim ter dois B’s. Para isto um pode ser Barato e outro Bosta, mas tirando as sacanagens à parte, um notebook pode ser bom ou ruim dependendo da necessidade.

Por exemplo, se eu sou um engenheiro e preciso usar AutoCAD, não tem como um notebook de 1400 reais da positivo dar conta do recado, porém este mesmo hardware pode ser mais do que suficiente para um estudante acessar a internet para fazer pesquisas e digitar seus trabalhos escolares. Tudo depende da aplicação.

Porém, nem tudo que é caro é bom e atende a todos os casos bem. Por exemplo este Tablet da HP/Compaq. Apesar de não ser tão caro quanto um MacBook Pro, ele tem mais funcionalidades, mas para dar problema pela quantidade de partes móveis é super fácil, basta ser um pouco descuidado.

Na hora de escolher um notebook, não cometa o erro de escolher o melhor que o seu dinheiro pode comprar, por que nem sempre isto vai te deixar feliz. Entenda bem para que você vai usar o computador e lembre-se. Computador de mesa faz uma coisa bem, computador portátil faz outras coisas bem, não tem como ser bom em tudo, por que se isto fosse possível, só se fabricava um tipo de computador. 😉

Outra coisa importante é que o computador é apenas a metade do caminho, você vai precisar também comprar softwares variados. O Microsoft Office por exemplo custa 399 reais, mas em promoção, acaba saindo por 199.

Posto isto, preciso falar do Notebook mais barato que eu já vi. É um da Asus que eu vi hoje no Submarino.


Parece que ele não tem nome de batismo, mas o Submarino o chama de “Notebook Celeron Mobile 353 512MB 4GB Webcam 7″ Linux – Preto – Asus“. Está preparado? Então tire as crianças da sala.

Esta b…, ok, vou lembrar do que acabei de escrever. Naturalmente sempre existe um notebook para cada necessidade e ninguém é louco de fabricar algo por fabricar. Certamente existe algum nicho de mercado onde este computador da Asus pode ser bastante útil, apesar de eu não concordar.

Este notebook tem processador Celeron Mobile de 900MHz. Já começa mal, por que este processador no desktop já era ruim, imagine sua versão móvel que tem restrições de consumo de energia? Memória é de 512MB. Rodar o Windows XP com esta memória até dá, porém limitar sua expansão à apenas 1 GB é dose. tela de 7″ é uma piada, ainda mais com a resolução WVGA (800×480).

Bom pelo menos o dito tem WIFI b/g, além de leitor de cartão e uma webcam integrada. O disco interno é de 4GB SSD. Este é seu grande barato.

Não dá pra chamar este computador da Asus de notebook, acho que ele está abaixo desta categoria, porém acima dos smartphones. Ele está aí entre estes dois mundos computacionais e seu uso, apesar de ser difícil de imaginar, pode ser para alguém que precisa mais do que um smartphone para trabalhar, porém algo menor do que um notebook. Seu preço é convidativo, principalmente por ser mais barato do que a maioria dos smartphones.

Pra mim esta categoria de notebook apareceu por causa do projeto OLPC. Veja mais a respeito aqui.

Existem vários modelos de notebook e apenas comentei sobre alguns. O único que eu gostaria de ainda incluir na lista é o notebook, aliás, mini-note da HP de número 2133. Este notebook pode não ser tão barato quanto os demais companheiros de nicho, mas certamente é o que mais se parece com um notebook. Mesmo com tela pequene de 8,9″, a resolução é de 1280×768. Veja mais aqui.

A coisa mais chata deste artigo é que eu não consegui colocar o video do Mr. T dizendo “I pity the fool” para sacanear quem opta pelo mini-micro-notebook da asus




Leia Também


Deixe um comentário

10 Comentários

  1. Meu caro, o inverso de sua opinião está no próprio artigo: tudo depende da necessidade. Vejamos: eu comprei um Asus EEE PC, mesmo com um equipamento de 12″ e HD de mais de 80 GB por quase o mesmo preço. Eu queria substituir um Palm TX, portabilidade e descrição para mim é tudo. Qualquer coisa com mais de 1,5 Kg e sujeito a problemas ao sofrer impactos, não me serviria.

    Responder
  2. É, eu sei. Eu tenho uma implicância com este notebook da asus. Preciso evoluir.

    Responder
  3. JB

     /  27/08/2008

    Em que mundo você vive, amigo? Que artigo mais alienígena…
    Digamos que vc esteja meio “atrasado” e essa discussão já foi feita bem antes dele ser lançado, no final do ano passado, eu acho.

    Responder
  4. Não adianta, para mim tem que ser de mesa. Eu faço upgrade no braço com uma chave philips. Só de pensar no custo de manutenção de um laptop meu lado Tio Patinhas fala mais alto.

    Responder
  5. Marcelo

     /  27/08/2008

    Mas esse aí do anúncio não é o próprio EeePC? Acho que a foto é a mesma de um outro anúncio na Americanas. E não acho que esse UMPC seja ruim, já que o objetivo dele não é o usuário que necessita de recursos gráficos e máquinas poderosas, e sim o usuário de internet e que precisa editar documentos simples em processadores de texto simples. Vale mais a necessidade de cada um, mesmo.

    Responder
  6. Eu sei, mas fui forçado a abordar o tema agora. Por mim ignorova este tema por completo. Pra mim qualquer notebook é bom, desde que atenda e não sei como superar o preconceito deste notebook da asus.

    Responder
  7. Bem, é que na real isso aí não é um Notebook, mas sim um netbook =D Ok, o termo foi criado justamente para fazer referência a esses computadores portáteis que se destacam pelo fato de serem pequenos, com poder de processamento limitado e pelo baixíssimo custo. Sim, R$ 990 não é baixo custo, mas US$ 300 (que é o preço original desse modelo aí) é. Infelizmente com a nossa bela carga tributária o preço sobe a um nível que vale mais a pena comprar um notebook CCE…

    Responder
  8. Charles! Quanto tempo!!! É verdade, tinha me esquecido deste termo. netbook. hum… ele é quase um thinclient metido a besta. Nah… vou ficar quieto pra não falar mais besteira! 😉

    Responder
  9. ecmarques

     /  29/08/2008

    Caro Bernabauer,

    Realmente este seu post está muuuito atrasado pois o Asus Eee PC 701, que foi o que vc nos mostrou aqui, já esta ultrapassado. Existe a versão 901 e mais duas outras. A versão 901 vem com tela de 8,9 polegadas, memoria flash de 12GB e webcam de 1.3 Mpx. Possuo um Eee PC 701 que me atende perfeitamente. Instalei o Windows XP SP3 e mais os programas que normalmente uso e ainda sobraram 1.5GB dos 4GB. Este mini-laptops ficam entre os Smartphones e notebooks. Não são equipamentos para vc usar o dia inteiro pois sua pequena tela torna-se muito imcômoda. São discretos, vc pode quarda-los em bolsas pequenas sem chamar atenção dos ladrões de plantão.

    Responder
  10. Eu concordo com sua opinião. Realmente, pelo preço, na época, esse netbook já era ruim.

    Só discordo quanto à crítica da tela de 7 polegadas. Pra quem precisa usar em aeroporto, estação de trem, etc, é uma mão na roda.

    Agora, existe um outro lado também. É certo que um notebook de R$ 1400,00 vai ficar aquém da necessidade de praticamente qualquer engenheiro, mesmo hoje. Só que também existe o inverso da moeda, o notebook pode ser caro e ruim.

    Exemplo? Quer melhor que Macbook Air? (vixi, lá vem pedrada dos fãs do Mac)

    Responder

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: