Novas lampadas de ESL




Lâmpadas incandescentes eram as rainhas da iluminação até vir o lance do apagão. Estas deram então espaços as fluorescentes compactas. Elas são mais econômicas, mas contém substâncias bastante perigosas. Elas são mais caras, mas duram muito mais. LED então veio para consumir menos energia e gerar mais luz, mas ela gera muito calor e tem um sério problema. LED muda de brilho com o tempo, de acordo com o vídeo. Tem mais, aqui no Brasil é difícil achar lâmpadas de LED e apenas no mercado livre eu consigo encontrar, mas são bastante caras.

O que muda é quando a ESL chega. Uma empresa chamada Vu1 está desenvolendo lâmpadas ESL (Electron Stimulated Luminescence) e a promessa é que estas novas lâmpadas cheguem ao mercado por apenas 20 dólares. Ao contrário de seus concorrentes, lâmpadas ESL produzem cores mais reais a iluminação natural, podem ter brilho variável com dimmers normais.

Seu funcionamento é bem similar ao de um monitor ou TV de tubo. Elétrons são disparados contra uma superfície de fósforo que produz a iluminação. O seu consumo ao contrário das TVs de tubo é similar aos seus concorrentes sendo até 65% menor do que as incandescentes.

A produção em massa deste tipo de lâmpada deve começar até o final do ano e ao mercado somente no meio do ano que vem.

Via CNET.Crave




Artigo Anterior
Próximo Artigo

Leia Também


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: