Novo motor de avião é mais economico e silencioso




Em 2013 estará disponível um novo motor à jato para aviação comercial. O motor, chamado de PurePower utiliza uma tecnologia patenteada Geared Turbofan que promete até 15% de economia de combustível, 15 % de redução de emissão de CO2, 50% menos emissões de NOx e 50% menos barulho.

Não é algo de causar inveja? Hoje só existem dois grandes fabricantes de motores à jato. GE e Rolls Royce, mas com a chegada da Pratt & Whitney a coisa pode mudar. Conheça mais sobre o motor na página do fabricante.

A imagem acima dá o tom do novo motor. Os motores à jato são na verdade melhor definidos pelo termo turbofan (tradução livre é ventilador turbo, mas cá entre nós, a tradução não deve ser esta!) e a inovação nesta turbina é que o conjunto que comprime o ar para o motor propriamente não está ligado diretamente ao segundo. Entre o compressor e o motor existe agora um conjunto de engrenagens que faz com que os dois girem em velocidades diferentes fazendo o motor menor e com todas as fantásticas reduções que mencionei no primeiro parágrafo. Na imagem abaixo dá para ver à esquerda o conjunto de engrenagens ligando as duas partes que falei.

Os primeiros aviões a usarem a nova turbina serão da canadense Bombardier. Cá entre nós, é bem legal saber que estão empenhados em criar motores mais econômicos, mas será que ninguém vai fazer um motor destes movido à ethanol? Faria sucesso na EMBRAER… 😉 (ou não!) Abaixo o funcionamento de uma turbina convencional.




Leia Também


Deixe um comentário

1 Comentário

  1. Thaynan

     /  19/10/2010

    Boa noite, muito interessante a matéria sobre os novos motores turbo fan com caixa de engrenagem, agora sobre o etanol…
    Ele é utilizado na aviação, porem na aviação agrícola, o etanol possui um alto ponto de congelamento (fusão) e com isso ele não resistiria as baixíssimas temperaturas encontradas nos níveis de voo onde voam as aeronaves de grande porte a reação (jato).

    Responder

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: