O nirvana da Intel é a PRAM




Acredite se quiser. Se você acha que o nirvana é uma banda de rock de seattle ou um estado de espírito que apenas os budista mais experientes conseguem chegar, você está longe da realidade. Segundo a INTEL o nirvana, no caso de armazenamento em estado sólido, é a PRAM. Para os iniciados PRAM quer dizer Phase-Change Memory (PCM) e é duas vezes mais rápida do que as memórias FLASH atuais. Além de serem mais rápidas, retém as informações durante mais tempo e permite mais ciclos de escreita-leitura do que memórias flash.

Porém a INTEL quer utilizar esta tecnologia para memória RAM e não para pendrives ou outros tipos de armazenamento. Veja mais no Gizmodo.




Leia Também


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: