Perder um smartphone é pior do que perder a carteira




Você ainda não parou para refletir, pois só consegue ver as coisas boas que o smartphone trás para o seu dia-a-dia, porém uma série de problemas podem acontecer por conta da sua displicência na segurança em relação as informações que seu smartphone carrega.

Se você é uma pessoa conectada, deve ter em seu smartphone acesso à Facebook, Twitter, LinkedIn, email da empresa para a qual você trabalha, email pessoal, email para “sacanagens”, diversos programas que não precisam de senha para entrar, sem falar nas diversos informações importantes, como contatos e até mesmo algumas senhas que deveriam estar na sua memória, mas por conta da falha desta, estão na do smartphone para você usar na hora que precisar.

NewImage

Imagina se você perder o smartphone. O que será disto tudo? Será que você sabe tudo que realmente está nele? No caso da carteira, é mais fácil. São coisas físicas que você pode cancelar a medida que vai lembrando de onde cada coisa está. Tudo se resolve com ligações para banco, operadora de cartão e um BO na polícia para seus documentos não serem utilizados por bandidos.

No smartphone, como você liga para o Facebook? Não liga. Você vai precisar lembrar da senha. Aliás, você coloca senha para bloquear o seu smartphone? Sentiu o drama de como é ruim permitir que qualquer um tenha acesso ao seu aparelho? Agora é hora de pelo menos configurar uma senha de bloqueio que é ativada por tempo. Quanto menor, melhor. Se você tem um iPhone, outra dica quente é você configurar o iCloud, que permite que você apague remotamente o aparelho no caso de você o perder e assim proteger seus dados.

Você deve lembrar daquele startac da Motorola que você teve no passado e que naquela época não usava senha. Acontece que hoje o iPhone ou outro smartphone com Android ou Windows Mobile ou Symbiam ou até mesmo Palm OS não é mais um simples telefone celular, mas sim um computador com capacidade de realizar ligações.

A segurança dos seus dados depende apenas de você. Com a quantidade de smartphones crescendo e os dispositivos ainda engatinhando em termos de segurança e proteção contra invasões, hackers estão cada vez mais atentos e interessados em invadir smartphones para roubar informações. Basta ver casos recentes com celebridades.

Se a dica de colocar senha no seu aparelho ainda não entrou bem na sua cabeça, tente novamente e coloque a senha. Outras dicas importantes para aumentar a segurança do seu smartphone são:

  • Jamais faça jailbrake
  • Jamais instale um app “suspeito”
  • Jamais navegue numa rede WIFI desconhecida
  • Jamais empreste seu smartphone para estranhos
  • Jamais aceite conexões de outros aparelhos via bluetooth ou outro meio de comunicação
  • Jamais clique em links estranhos recebidos por email desconhecidos

Ah sim, e se você tem um Android, trabalho redobrado, pois ao contrário da Apple, que tem uma visão paternalista de proteção contra malware em aplicativos de sua App Store, a Google não verifica nada e deixa tudo à bangu, e você está entregue a sua própria sorte.

Por mais que a Google tenha começado a verificar os apps de sua Market Store para retirar apps com malware, nada garante que algum ainda passe por debaixo dos panos. Apenas em 2011 a quantidade de malware no Android cresceu três mil porcento!!!!

Veja mais aqui.




Próximo Artigo

Leia Também


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: