Peugeout 408




Viu a generosa tela de LCD com GPS? Saca qual o preço de partida deste modelo que pretende aposentar o 307 sedã e o 407 ao mesmo tempo? 60 mil reais. A tela, óbvio, só estará disponível na versão top de linha, mas já na versão de entrada, é possível contara com ABS, repartição eletrônica de frenagem, ajuda à frenagem de emergência e airbags. No topo de linha os faróis são de bi-xenon direcionais e sensores de auxílio de estacionamento dianteiro.

Diz que o design foi ponto chave deste novo modelo, mas pra mim, ele é tão estranho quando o 207 sedã. Sua lanterna traseira então, me lembra muito o 207, mas confesso que o 407 está mais bem acabado e não parece um trabalho feito com cola pritt como o 207 sedã.

Segundo o G1, o maior problema do 407 é o câmbio automático, que faz o motor gritar e assim, consumir mais do que poderia. Ele já vem flex e com 150 km de estradas rodadas, o consumo ficou em 6.7 km/l. O motor é 2.0, mas no segundo semestre uma versão 1.6 turbo com câmbio de 6 marchas deve chegar junto com o 3008.

O topo de linha do 407 vai ficar na casa dos 80 mil reais e a versão com motor 1.6 turbo, apesar de não parecer, vai ser ainda mais cara.




Leia Também


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: