PPAPI: API multiplataforma para plugins para o Chrome




Eu não consigo ler esta sopa de letrinhas sem lembrar do “Papito” Supla! Mas a sigla PPAPI, nada tem a ver com ele. Tem a ver com plugins para navegadores. A proposta do PPAPI é substituir o NPAPI, que é o esquema de plugins que foi desenvolvido pela Adobe para o então navegador Netscape. Depois veio um monte de empresa desenvolvendo plugin para todo navegador que não o Internet Explorer utilizando o NPAPI.

O PPAPI não é apenas um substituto em funcionalidades do NPAPI, mas sim uma evolução, já que ele se propõe a ser mais seguro, execução em processo separado do navegador entre outras características. A novidade não é novidade, pois desde 2009 que a Google trabalha no “Pepper”, como ele é chamado pelas pessoas da áreas. Aliás, o primeiro “P” de PPAPI é de Pepper. A Mozilla, que desenvolve o Firefox, não demonstrou interesse em adotar o Pepper.

Este assunto surgiu, pois a Adobe resolveu matar mais uma vez o Flash. Anteriormente a Adobe matou o Flash em smartphones. Agora chegou a vez do Linux receber a noticia de que Adobe Flash, não mais. A única alternativa será através do Chrome, por usar o Pepper.

NewImage

O que eu não falei, e é o que a Adobe adorou no Pepper, é que o desenvolvedor de plugins não precisará mais fazer versões especificas para cada plataforma. Ou seja, um plugin usando Pepper, poderá ser usado no Chrome do Windows, Linux ou Mac sem problemas. Realmente é multiplataforma. Vamos ver se a onda pega, afinal, o Chrome anda crescendo bastante na fatia de mercado. Acho que só eu vou continuar fiel ao Firefox. 😉




Leia Também


Deixe um comentário

1 Comentário

  1. Gabriel Temistocles

     /  29/02/2012

    e eu! o chrome ainda tbm nao me convenceu… legal o blog bernardo. parabéns.

    abraço!

    Responder

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: