Raio trator é realidade (ou seria nano-realidade?)




Li no New Scientist que na semana em que se comemora os 44 anos da primeira transmissão de um episódio de Star Trek na televisão um raio trator, similar ao que era usado na série ganhou as páginas especializadas sobre os feitos científicos das universidades do mundo. A foto abaixo é da equipe que fez a proeza. Qual deles foi apelidado de “scotty”?

O raio trator é similar ao conceito que Star Trek mostrou em seus filmes e séries. O que a Universidade Nacional Australiana de Canberra conseguiu é movimentar nanoparticulas de um lado da bancada de laboratório para o outro. Isto dá cerca de 150 centimetros. Pode parecer pouco, mas para escalas nanométricas, é como ir para o outro lado do universo (ou não, eu só gostei da comparação!).

O mais impressionante é a explicação de como a nanoparticula é transportada por raios laser. O raio laser oco é utilizado para transportar estas particulas. Isto é possível por que o centro é isolado do resto do ambiente por raios laser que são quentes o suficiente para aquecer o ar e criar uma barreira de alta temperatura impenetrável.

Por usar ar como “transporte” este tipo de experimento não pode ser utilizado no vácuo e por tanto não dá para colocar na Enterprise! 🙁

Veja mais aqui.




Leia Também


Deixe um comentário

1 Comentário

  1. Será o início de uma nova era? Quem viver, verá!
    =)
    Marcus

    Responder

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: