Será mesmo que a Apple vai fazer um carro?




Nas últimas semanas o tópico mais quente nos sites que cobrem tecnologia é em relação a Apple ter sido associada a um projeto com carros. É impossível afirmar, neste momento, o que a Apple está fazendo. A única coisa que se sabe é que a Apple está alugando algumas vans nos EUA que tem sensores presos ao seus tetos e rodas.

NewImage

Muito se falou a respeito destes carros e o mais provável é que ela esteja fazendo um projeto similar ao Google Street View, onde você registra imagens das ruas que depois podem ser navegadas através do app de mapas. Outros afirmam que os sensores não são para tirar fotos das ruas. Os sensores são mais compatíveis com vários projetos de carros autônomos que já se proliferam pelas montadoras e outras empresas de tecnologia.

Fatos

As vans com sensores, a vontade de Steve Jobs fazer um carro através da Apple e as recentes contratações de profissionais egressos de grandes empresas do ramo automotivo. Centenas de profissionais da Apple também deixaram a companhia para ir trabalhar na Tesla, mas este fato não contribui muito para o contexto da história. A menos é claro que este seja um plano elaborado de avaliar a Tesla com “espiões” enviados secretamente para uma eventual compra no futuro. Maquiavélico, mas improvável. 

Blocos de Lego

Eu acho que em termos de mecânica, os carros chegaram a sua maturidade. Não há muito que evoluir em termos de engenharia mecânica. Os passos agora são muito específicos e requerem um grau de especialização bastante alto, o que me faz pensar que o mercado de carros deve se transformar na próxima década. 

NewImage

A maioria dos componentes de um carro são criados de maneira genérica por terceiros. Caixa de câmbio, central de controle de tração e frenagem, são todos criados por empresas que não fabricam carros. Isto quer dizer que a quantidade de “fabricantes” de carros pode crescer com peças de mercado que qualquer um poderia utilizar. Este, porém, não é o jeito Apple de ser. Ela projeta suas partes e faz algo realmente único. Ela é uma empresa vertical, onde a única coisa que ela não domina é a linha de produção. Creio que a única linha de produção que seja dela de verdade é a linha onde é fabricado o novo Mac Pro.

Este cenário de blocos de construção de carros é exatamente o cenário para o qual eu torço que se torne o status quo do mercado automotivo. Hoje já é parte assim, por isto as fábricas de carros são chamadas de montadoras, mas acredito que isto pode ser levado ao extremo do conceito. 

Parte deste cenário que eu almejo já existe nos EUA. A quantidade de kit cars e carros personalizados é impressionante. Você pode pegar o motor de um fabricante, sistema de freio de outro e montar seu próprio carro. As únicas coisas ainda não disponíveis abertamente são os sistemas mais complexos de controle de tração, ABS, sensores diversos e integrações de todos os sistemas.

Será que a Apple fará algo deste tipo? Vai terceirizar sua linha de produção com alguma empresa existente? Vai se associar com alguma já existente?

O que a Apple vai fazer?

O fato da Apple ter sido relacionada a assuntos automobilísticos apenas reforça que o mercado de carros está estagnado e que terá que se reinventar. A Tesla fez com carros o que a Apple fez com a Música. Mudou e balançou o mercado. Resta saber qual a revolução que a Apple planeja fazer.

Tesla está décadas à frente da concorrência, mas ainda não é uma empresa saudável. Ela vai começar a faturar quando lançar o Model 3, carro na faixa dos 30 mil dólares em 2017/2018. Se a Apple fosse lançar um carro, ganharia tempo comprando a Tesla, contudo, não é feitio da Apple comprar algo badalado e mudar apenas o logotipo do produto.

Acho pouco provável que a Apple lance alguma coisa nos próximos cinco anos, se é que ela pretende lançar algo. 

NewImage

Pensando em negócios globais, também acho improvável que a Apple faça um carro. Construir uma fábrica de carros, cadeia de fornecedores, testar, certificar não é uma tarefa fácil e requer muito tempo e esforço. Se a Apple realmente lançar o carro, ele estará restrito ao mercado norte americano e terá poucas chances de chegar ao resto do mundo como os seus demais produtos. Basta ver o exemplo da Tesla.

Outro fator importante é que a Apple não pensa muito em volume de vendas como sendo fator de sucesso. No caso de carro, volume é fundamental para o lucro, dado as cifras de investimento envolvidas.

Indo além do conceito de carro. A Apple pode lançar um serviço de transporte individualizado sem motorista que funciona muito parecido com o über. Novamente, restrito aos EUA e onde a legislação permite o tráfego de carros sem motoristas.

Por fim, a Apple pode ir além do CarPlay e gerar um sistema de controle completo do carro, integrado ao seu ecossistema existente e que pode tirar muito proveito do iPhone e Apple Watch além do resto da infraestrutura que a Apple tem para atender estes dois dispositivos. Este sistema seria oferecido às montadoras que poderiam oferecer atualizações de seus sistemas e softwares de controle, tal qual a Tesla faz com seus carros, e ir além da experiência atual de consumo de serviços de seus carros. Imagine um carro pro-ativo que sabe quando precisa fazer revisão e pede para você agendar a visita através do seu smartphone? Mágico!

Talvez este último seja o projeto mais provável, no caso da Apple estar realmente pensando em lançar algo relacionado a carros. Grande pergunta é quem as montadoras atuais estaria interessada na parceria? Ford? GM? Nissan?

NewImage

Creio que esta iniciativa de criar um carro pode ser a junção do desejo do Jobs costurado com um desdobramento de itens levantados durante a concepção de desenvolvimento do CarPlay. Ou pode ser absolutamente nada. Só nos resta esperar.



Leia Também


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: