Set-top básico da Toshiba sairá por R$ 700, sem HDTV




A coisa realmente será cara. Como pode um decodificador sair tão caro? Quase mil reais para um conversor? Atualmente estou meio dividido em relação ao decoder. Não cheguei a conclusão se o melhor é tê-lo externo ou interno na TV. Cada um tem suas vantagens.

Certeza mesmo eu tenho em relação a caixa do governo que deve custa 200 reais. Esta caixa vai ser uma meleca, por que vai provavelmente utilizar o sinal 1-seg que é o canal para dispositivos móveis. A qualidade deste sinal será igual se não menor do que a TV analógica atual.

Já as caixas com sinal HDMI serão tão caras que eu simplesmente não quero nem saber para que vieram. Como sou cliente de TV por Assinatura, devo mesmo esperar as caixas que eles devem distribuir ou vender a preços mais em conta. As operadoras de TV por Assinatura devem oferecer estas caixas, mas sem usar o padrão da TV aberta brasileira. O padrão brasileiro é o ISDB e o que deve ser usado no cabo é o DVB-C. Eita sopa de letrinha.

Veja a notícia de André Mermelstein do TELA VIVA News:

A Semp Toshiba lançará em outubro dois modelos de set-top box para a TV digital terrestre, um mais básico, com recepção apenas em definição padrão (SD), e um modelo avançado, com recepção HDTV, porta HDMI e saída de áudio digital óptica. O modelo básico custará cerca de R$ 700 ao consumidor, e o avançado sairá por algo entre R$ 900 e R$ 1000, dependendo ainda, segundo a fabricante, do que será acertado com o governo em relação a possíveis incentivos à produção.
A fabricante japonesa demonstrou também um receptor móvel (apenas de TV, sem celular), trazido do Japão, mas disse que não será possível importar este produto no primeiro momento, pois funciona apenas nas especificações do sistema japonês ISDB original, ou seja, com compressão MPEG-2.
Protótipos dos receptores foram mostrados nesta terça, 2, em evento de lançamento da TV digital para a imprensa, em São Paulo.
A Philips também terá um modelo de set-top nas lojas, provavelmente em novembro. Será um modelo high-end, com todos os dispositivos de saída em alta definição. A fabricante não informa o possível custo do equipamento.
A Samsung, como já havia adiantado este noticiário, não produzirá set-top boxes, apenas televisores com receptor integrado. A fabricante colocará no mercado uma linha com televisores de três tamanhos, a partir de 40 polegadas.
A Sony também não pretende lançar modelos de set-top boxes no mercado. A Panasonic, embora já tenha um protótipo de set-top box funcionando, ainda não decidiu se lançará o equipamento ou trabalhará apenas com televisores com recepção digital integrada.

Sem interação

Nenhum set-top box ou televisor com receptor integrado chegará ao mercado em dezembro com o middleware Ginga instalado. Os primeiros modelos terão apenas versões muito simples de aplicativos, como um EPG no modelo “Now and Next”, ou seja, um barra de informações com o nome do programa atual e do próximo, mas sem uma grade de programação completa. Apenas as versões seguintes de caixas trarão recursos de interatividade.
Todos os equipamentos de empresas ligadas ao Fórum de TV Digital trarão o selo com o logotipo da DTV, criado pela entidade, que garantirá que são compatíveis com toda a normatização nacional. “É uma garantia para o consumidor”, conta Walter Duran, da Philips. Ele explica que o selo garante que o aparelho será compatível com todo o desenvolvimento feito de agora em diante no sistema, o que não acontece com um aparelho vindo de fora, por exemplo, que atenda apenas a uma parte do padrão. “Esse usuário pode depois ficar sem acesso às novas funcionalidades”, complementa.




Leia Também


Deixe um comentário

8 Comentários

  1. Matheus Veríssimo

     /  11/10/2007

    Confesso que sou leigo no assunto, mas ao que me parece – e que meu conhecimento permite concluir – é que é mais vantajoso esperar um pouquinho e comprar as TVs já com HD.

    Responder
  2. Você diz HD para gravação de programas? Se for isto, esqueça. É mellhor ter este recurso no STB da TV por assinatura do que na Televisão.

    Responder
  3. Matheus Veríssimo

     /  13/10/2007

    Não, não. Digo essa ‘função’, High Definition. Para obter acesso ao sinal digital é necessário tê-la, não é? Ou meu conhecimento nisso é tão curto que so falei besteira?

    Abraço!

    Responder
  4. Ah tá… A maioria das TVs LCD Wide à venda hoje já suportam sinal HDTV. Mesmo só mostrando em 720p. O ideal é que seja Full HD (1080p), mas precisa de um sintonizador externo.

    Responder
  5. Matheus Veríssimo

     /  13/10/2007

    Exatamente, É por isso que eu digo que talvez compense esperar um pouquinho e comprar logo de uma vez uma TV com HDTV ao invés de comprar o decodificador. Concordas ou viajei?

    Responder
  6. na verdade você está confundindo os termos. Você diz uma TV com sintonizador de HDTV. Tudo depende de quanto o sintonizador irá custar para saber se vale a pena comprar embutido ou externo.

    Responder
  7. Matheus Veríssimo

     /  14/10/2007

    É isso mesmo, uma TV que já venha pronta para receber o sinal digital, Porque caso contrário teremos que comprar o tal aparelho. Eu penso que se vir por 700 reais é mais preferível comprar logo de uma vez uma TV pronta para receber o sinal. Além de não precisar ter um aparelho a mais, você terá uma TV moderna.

    Abraço.

    Responder
  8. Não ter um mais um aparelho é o que eu mais desejo, porém, posso contar nos dedos as vezes que eu assisti TV aberta pela antena. Quero Sky em HD ou NET em HD! :mrgreen:

    Responder

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: