SKY oferece banda larga 4G (LTE) em Brasília




A SKY é uma operadora de TV por assinatura que utiliza um satélite para enviar o sinal para seus assinantes. Oferecer banda larga através de satélite é uma tarefa cara e não muito prática para o assinante, pois os custos são altos e a latência também. Latência na rede de dado pode ser muito ruim. Em jogos online isto pode dizer a morte para seu personagem.

Então como a SKY está oferecendo banda larga? É uma outra infra estrutura. Montaram uma rede 4G TD-LTE. Você leu certo. LTE! Com isto a rede da SKY em Brasília se tornou a primeira rede LTE da América Latina em funcionamento comercialmente.

Apesar de ser a mesma tecnologia que será adotada pelas operadoras de celular, a rede da SKY é voltada unicamente servir dados. O principal parceiro da SKY na empreitada é a Nokia Siemens Networks.

Os preços porém não me agradaram. 80 reais para 2Mbps e 100 reais para 4 Mbps. São bem mais altos que os preços praticados por operadoras de telefonia fixa ou TV por assinatura. Segundo as informações que consegui pesquisar, você pode contratar o serviço de banda larga sem ser assinante do serviço de TV.

skybandalarga

A SKY utiliza a frequência de 2,5 GHz que veio da compra da operadora de TV por assinatura ITSA que oferecia serviços via MMDS. A promessa da SKY, com este serviço é realmente entregar a velocidade que o usuário está contratando, ao contrário de outros serviços que vendem 100Mbps, mas apenas garantem 10Mbps. Outra informação relevante é que a SKY está experimentando esta nova modalidade de serviço e se der certo, vai expandir a operação para outros cidades.

Falando um pouco da infra estrutura, coisa que é bem legal de saber, a SKY começa sua banda larga com 70 ERB que podem suportar 2500 usuários cada. Apesar do serviço ser wireless, o único equipamento que você vai poder ter é um fixo, que funciona como roteador WIFI, recebendo a banda larga através da rede 4G. Você logo imagina que poderia ter um modem USB, como as operadoras de celular oferecem, mas isto não faz parte dos planos da SKY. Veja mais aqui.

A última coisa ruim da rede de dados 4G da SKY, é que a rede é TD-LTE, que pelo que entendi, é uma tecnologia em teste na China e que ainda é cara. Precisa ganhar escala para ficar mais barato e assim baixar os custos de assinatura para o consumidor final.

Para saber mais do serviço, ainda restrito a Brasília, acesse o hotsite da SKY.

Via Compuworld.




Leia Também


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: