Telepresença doméstico




A CISCO certamente tem um grande produto para telepresença corporativa. Falei grego? Telepresença é o fantástico nome que a CISCO deu para videoconferencia. Depois de alguns anos vendendo por preço bastante salgado a CISCO resolveu levar a solução para as casas das pessoas. O produto se chama ÜMI (lê-se iu em mi) e é capaz de video chamada em 1080p.

Se a qualidade do produto impressiona, o preço do equipamento também. Custa 600 dólares mais uma assinatura de 25 dólares por mês.

Será que a idéia da CISCO pega? Não. Adquirir este serviço como se fosse um telefone ou internet é o modelo errado. Ter que comprar um equipamento especifico para video conferencia também é algo que não me agrada. A CISCO pode ter um ótimo produto e eu sou o maior defensor de equipamento monotarefas, mas no caso do UMI, acho que ele não vai decolar. Primeiro o alto custo de assinatura e segundo o alto custo do equipamento.

A maneira que eu acho que vai fazer telepresença decolar é uma solução que pegue carona em algo que já existe na sala ou no quarto das pessoas. Se for lançado um módulo adicional ao XBOX 360 ou ao PS3, imagino que a adoção será muito mais simples e rápida. Se for acoplado diretamente ao televisor, sem que seja necessário comprar algo a mais, então é matador.

Imagine um televisor com camera embutida que acessar a internet via wireless e pode, via internet, se conectar a um iPhone, outro televisor ou a um equipamento especifico para telepresença? Não seria matador?

O Revue da Logitech que trás o Google TV para a TV é um produto que pode ser também o caminho para isto. Ele não vem com camera no pacote, mas é vendido como acessório e através dele você pode fazer a videoconferencia que quiser.

Via TechCrunch.




Próximo Artigo

Leia Também


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: