Text to speech do Mac OS X




Uma das grande evoluções do OS X 10.5 foi o módulo responsável por conversão de texto em voz. Pode parecer um recurso inútil para você ou pra mim, mas para pessoas com necessidades especiais é um recurso vital.

Claro que existem outras utilidades para este recurso. Eu já vi diversas apresentações de vídeo (hospedadas por exemplo no YouTube ou serviço similar) que ao invés de terem um locutor, utilizaram um sintetizador de voz para apresentar o que era o objeto do vídeo. Quando você escuta a voz sintetizada parece quase de verdade. Você pode achar um pouco cortado, mas dá para entender super bem o que a voz diz.

Apesar da função ser bastante impressionante, ela atende bem quem fala (e escuta, dah!) inglês. Se você quiser que o sintetizador de voz da Apple leia o seu texto em português vai ser um mico só. Pior do que escutar um americano falando com uma batata quente na boca. Não dá para entender absolutamente nada. Se você quiser fazer o teste, faça. É quase como escutar o disco da Xuxa tocando ao contrário como uma ode ao coisa ruim.

Não sei por que resolvi fazer o teste no domingo passado. Eu estava bastante chateado com algumas coisas e sentado no sofa assistindo o jogo de futebol de salão, resolvi explorar algumas funções do OS X que eu nunca tinha usado. Era melhor do que ficar navegando pela internet. Eu chamo isto de “random clicking” e quando pratico isto, levo alguns minutos para achar algo interessante.

Achei a função de texto-to-speech e não entendi o seu funcionamento. Estava eu numa página lendo sobre a crise economica e como as empresas do setor automotivo deveria tentar reproduzir a receita vencedora da Apple com o iPod. É um assunto interessante, já que envolve a receita do setor de tecnologia que esta sendo vencedora nos últimos anos. Depois leia.

Lá pelas tantas, li uma palavra cuja pronuncia me deixou em dúvida. Ao invés de pegar a palavra e ir procurar sua definição, lembrei da função texto-para-voz do OS X. Simples e prático como tudo na Apple é, pensei: “Selecionando o texto e depois aplicando o botão direito, devo achar a função texto-para-voz”. Errado. Dentro do Firefox, pelo menos não tem. Resolvi então, com o texto ainda selecionado explorar o menu Firefox > Services. Lá tem um submenu chamado Speech.

Vitória? Não. As opções estava desabilitadas. Fui então ao System Preferences. Lá vi a configuração que permite atribuir uma combinação de teclas para ativar a função texto-para-voz. Atribui o CMD+ALT+S (S de speech, sacou?) e voltei ao Firefox onde o texto permanecia selecionado e agora sim vitória. Alex leu o texto e minha dúvida sobre a pronuncia da palavrinha chata foi tirada.

Depois destas voltas, volto a pergunta que motivou este artigo. Por que não tinha a função no menu contextual? Por que o menu Services não tem as opções de Speech ativadas? É falha minha, do OS X ou do pessoal que faz o Firefox? Pelo menos agora eu tenho meu CMD+ALT+S e eu posso escutar o Alex quando eu bem entender.




Leia Também


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: