Tudo “Touch”




Talvez a melhor trilha sonora para este artigo seria a música do The Doors: “Touch me“. Depois da chegada do iPhone e do iPod Touch, parece que todo mundo resolveu adotar o termo touch para telas sensíveis ao toque. É a mesma banalização que aconteceu no passado com “web 2.0” e acontece atualmente com o termo “Cloud”.

Dois produtos com o termo “touch” me chamaram a atenção ontem. O primeiro é um notebook da Lenovo. O novo T400s touch foi alvo do Engadget. Ele é idêntico ao T400s normal com seu touchpad e trackpoint (aquele pontinho vermelho no meio do teclado) para atuar como mouse, mas sua tela é sensível ao toque. Ele não tem sua tela “virável” como um TabletPC, mas sua tela touch capacitiva permite que você coloque seus dedos na tela e faça o que você queira. Inclusive é capaz de identificar até quatro toques, então dá para pra dizer que ele é multitouch.

Além do T400s tem ainda o X200 que é a versão tablet. Os preços são 1700 dólares para o tablet e 2 mil para o T400s. Veja no Engadget.

Já o outro produto é da Wacom, que é conhecida por fazer tablets (nada a ver com tablet PC) que todo ilustrador utiliza quando cria diretamente no computador com seu programa predileto (Adobe Illustrator ou aquele outro da Corel que eu não suporto e por isto não lembro o nome). O Bamboo Touch, porém ainda não é um produto lançado. Parece que ele está em vias de fato, segundo o artigo do Engadget. Talvez até o fim do ano, mas sempre existe a possibilidade das imagens serem falsas.

De um jeito ou de outro, mais um produto touch no mercado faz com que cada vez mais programa cheguem ao mercado tirando proveito deste novo método de entrada, que aliás, é a primeira evolução desde que o mouse e o teclado foram criados há sei lá, 20 anos atrás? 30 anos? Talvez agora eu finalmente posso aceitar que o mouse irá morrer em 10 anos.




Artigo Anterior

Leia Também


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: