Uso do P2P cai




Qual foi minha surpresa ao ver na Época um artigo sobre a queda do uso de P2P no mundo ao longo dos últimos 2 anos? É difícil de acreditar que tal fenomeno está acontecendo, mas após ver os detalhes para o motivo do gráfico acima estar do jeito que está é que ele reflete boa parte da internet americana.

Aliás, o artigo da Época foi impressionante por que não tem link algum para a fonte da informação. Depois de alguns cliques e pesquisas no Google vi de onde veio o gráfico e as informações. Veio do blog Epicenter da Wired.

A explicação para o declínio no uso do P2P é que nos EUA, todo o conteúdo televisivo está disponível online em sites como HULU ou no próprio sites das emissoras, porém na analise da Arbor, que analisa tráfego de dados global, a declaração é clara. P2P já era e a analise é global, não apenas nos EUA.

Outro motivo para o P2P estar caindo é que o povo que realmente utiliza estes meios para fazer downloads está criptografando seu tráfego ou utilizando sites como rapidshare e MegaUpload. Tem também ofertas para comprar conteúdo legalmente como o iTunes ou streaming de vídeo no Netflix que é o equivalente americano do nosso NetMovies.

E agora? P2P é ruim? Vai acabar? Talvez nos EUA, mas cá entre nós, lá tem TiVO, Hulu e Netflix com banda larga descente. Até faz sentido ser menos atraente, mas aqui, P2P vai continuar rei até o a taxação de impostos no conteúdo de entretenimento (seja video ou jogo) e termos mais opções de comprar conteúdo legal. Sem falar no quesito cultural. Este último é o que mais me preocupa. Já vi muita gente usando software pirata achando a coisa mais natural do mundo por falta de conhecimento. Aí quando você as compara a ladrões (por que na verdade são mesmo) elas ficam horrorizadas com você pela acusação vil.




Leia Também


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: